Rapidez com ordem de prisão de Lula deve animar mercados – Valor

SÃO PAULO  –  O fator surpresa com o timing da expedição de mandado de prisão do ex-presidente Lula deve injetar ânimo aos mercados financeiros amanhã, na visão de gestores e estrategistas consultados pelo Valor. Embora houvesse ampla expectativa de que o petista seria preso, não se esperava que a ordem fosse emitida horas após o julgamento pelo STF, que negou o pedido de habeas corpus a Lula. “O mercado achava provável que ele fosse preso até o fim do mês, mas não amanhã”, diz um profissional. “Não acho que a bolsa vá explodir amanhã, mas vai subir. E vai ser dólar e juros para baixo.”

A prisão de Lula representa, na visão dos profissionais do mercado, um movimento no xadrez eleitoral que favorece um cenário de vitória de um candidato reformista. “Cada vez que um fato acontece, a precificação ‘anda’ um pouco mais”, diz.

Mas os profissionais reconhecem que ainda há muitas incertezas pela frente e, portanto instabilidade nas próximas semanas. Uma prova disso vem da notícia de que o ministro Marco Aurélio Mello, do STF, pode levar ao plenário já na próxima quarta-feira pedido de liminar do PNE para que a execução antecipada da pena não possa ocorrer até que sejam julgadas as ações abstratas sobre o tema.

Fonte Oficial: Valor.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!