Índice de Desempenho Industrial no Estado aumenta 0,6%, segundo a Fiergs – Jornal do Comércio

Após uma queda de 1,7% em janeiro, o Índice de Desempenho Industrial (IDI-RS), divulgado pela Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (Fiergs) nesta quinta-feira, voltou a subir em fevereiro, na comparação com o mês anterior: 0,6%. As maiores influências vieram das compras industriais e da Utilização da Capacidade Instalada (UCI), que cresceram, respectivamente, 2,1% e 1,5 p.p., descontada a sazonalidade. Voltaram a cair o faturamento real (-0,6%) e as horas trabalhadas na produção (-3,1%). A massa salarial real ficou estável.

Segundo o presidente da Fiergs, Gilberto Petry, a indústria gaúcha continua com sua fase cíclica de recuperação, que começou no ano passado. “O ritmo é bastante lento e acompanha a retomada da demanda doméstica, que começa a se beneficiar dos juros e inflação em declínio e da melhora do mercado de trabalho. O aumento das exportações tem sido outro elemento importante, o mercado externo se mostra como alternativa para manter as operações, mesmo que com uma rentabilidade abaixo da esperada”, afirma Petry. A tendência deve continuar nos próximos meses, facilitada pela normalização de estoques.

Nos dois primeiros meses de 2018, o IDI-RS subiu 4,3% em relação ao mesmo período de 2017. Com exceção da massa salarial real (-1,2%), todos os componentes avançaram. O faturamento real (11,3%) e as compras industriais (9,9%) apresentaram as taxas mais expressivas, enquanto horas trabalhadas na produção (1,1%), UCI (2,9 p.p.) e o emprego (0,5%) mostraram alta mais moderada.

Com o nível de atividade 22,7% maior no primeiro bimestre sobre o mesmo período de 2017, o setor de veículos automotores foi a principal influência positiva. Também aumentaram a atividade os setores de tabaco (27,1%), equipamentos de informática e eletrônicos (25%) e produtos de metal (5,3%), e recuaram as indústrias de máquinas e equipamentos (-0,8%), de máquinas e material elétrico (-3,6%) e de móveis (-0,3%).

 

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!