Cobre opera em baixa com última ameaça tarifária de Trump – Jornal do Comércio

Os futuros de cobre e de outros metais básicos voltaram a ficar pressionados nesta sexta-feira (6), após temores sobre uma eventual guerra comercial entre EUA e China se intensificarem com a última ameaça do presidente americano, Donald Trump, de adotar uma nova rodada de tarifas.

Às 7h20min (de Brasília), o cobre para três meses negociado na London Metal Exchange (LME) caía 0,89%, a US$ 6.757,50 por tonelada. Na Comex, a divisão de metais da bolsa mercantil de Nova Iorque (Nymex), o cobre para entrega em maio tinha baixa de 1,15%, a US$ 3,0390 por libra-peso, às 7h54min (de Brasília). 

Ontem (5) à noite, Trump revelou estar considerando impor tarifas a mais US$ 100 bilhões em produtos da China. Na terça-feira (3), a Casa Branca já havia anunciado planos de taxar US$ 50 bilhões em bens chineses, o que levou Pequim a adotar uma ação retaliatória do mesmo tamanho no dia seguinte.

Apesar da reação negativa dos metais, a liquidez hoje é menor do que o normal em meio a um feriado público na China, o maior consumidor mundial de cobre. Ainda hoje, investidores dos mercados de metais ficarão atentos ao último relatório de emprego dos EUA, que será divulgado às 9h30min (de Brasília), e a um discurso do presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), Jerome Powell, a partir das 14h30min.

Entre outros metais básicos na LME, as perdas eram generalizadas. O alumínio recuava 0,72% no horário indicado acima, a US$ 1.992,50 por tonelada, o zinco caía 0,75%, a US$ 3.217,00 por tonelada, o estanho cedia 0,24%, a US$ 21.050,00 por tonelada, o níquel tinha queda mais expressiva, de 2,32%, a US$ 13.055,00 por tonelada, e o chumbo diminuía 1,24%, a US$ 2.356,50 por tonelada. 

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!