Dólar sobe ante real com incerteza eleitoral e risco geopolítico no radar – Jornal do Comércio

O dólar opera em alta na manhã desta segunda-feira (9) refletindo as persistentes incertezas quanto à elegibilidade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso no Sábado (7) pela Polícia Federal, segundo um operador de uma corretora. Além disso, na quarta-feira (11) o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello deve levar ao plenário da Corte o pedido de liminar do Partido Ecológico Nacional (PEN) contra a prisão após condenação em segunda instância, que pode beneficiar o petista e diversos réus da Lava Jato que estão cumprindo pena nessa condição.

O Partido dos Trabalhadores (PT) pode também registrar a candidatura de Lula e o prazo para o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) se manifestar é setembro. O ajuste positivo do dólar ante o real apóia-se ainda na valorização moderada da moeda americana frente a divisas ligadas a commodities em meio ao aumento do risco geopolítico.

Nos mercados emergentes, os destaques são a forte queda do rublo russo e da Bolsa de Valores de Moscou nesta manhã, reagindo à decisão dos EUA, no fim da semana passada, de impor sanções contra sete oligarcas, 12 empresas e 17 autoridades de alto escalão da Rússia.

Os EUA, por sua vez, negaram ter bombardeado bases aéreas do governo da Síria na madrugada desta segunda-feira (no horário local), de acordo com fontes no Pentágono. Minutos antes, a TV estatal síria reportava supostos ataques a mísseis à base aérea militar de Tiyas, na província de Homs.

O suposto bombardeio a Homs ocorre horas depois de o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ter alertado que os países que apoiam o regime de Assad “têm um preço alto a pagar”. O governo sírio, por sua vez, nega autoria de ataque com gás que deixou 40 mortos na cidade de Duma, próxima à capital da Síria, Damasco.

Às 9h33min desta segunda-feira, o dólar à vista subia 0,22%, aos R$ 3,3705. O dólar futuro para maio estava em alta de 0,07%, aos R$ 3,3765.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!