Edital para venda de distribuidoras da Eletrobras sairá até a próxima quarta – Jornal do Comércio

O presidente da Eletrobras, Wilson Ferreira Jr., informou nesta segunda-feira (9) que o edital para a venda das seis distribuidoras deficitárias da estatal sairá até a próxima quarta-feira (11). O leilão será marcado para o dia 21 de maio, informou. Segundo ele, mesmo com as mudanças no governo por conta das eleições, que obrigaram o Palácio do Planalto a substituir vários ministros, ele ficará no cargo.

“Eu tenho mandato na companhia e tenho compromissos que preciso resolver na companhia, tenho muita coisa para fazer”, afirmou Ferreira Jr. a jornalistas depois da posse do ex-ministro do Planejamento e atual presidente do Bndes, Dyogo Oliveira.

Ele confirmou que as seis distribuidoras serão vendidas no primeiro semestre do ano e a data mais provável é que seja no dia 21 de maio. Já a pulverização das ações da Estatal, que ainda depende de autorização do Congresso, ficará para o final do ano.

“A companhia foi criada por lei. Pela lei, o governo tem que acompanhar o aumento de capital, tem que ser aprovado (pelo Congresso) para poder flexibilizar”, explicou. O governo precisa da autorização do Congresso para não acompanhar o aumento de capital, que deverá ficar em torno dos R$ 12 bilhões. Se esse valor for confirmado, o governo passará a ter 43%, contra mais de 60% atualmente”, informou Ferreira Jr.

Também terá que ser submetido ao Congresso a mudança do atual regime de cotas das usinas hidrelétricas da Eletrobras para o regime de produtora independente de energia, lembrou.

Ferreira Jr. disse ainda que com a mudança de data da privatização das distribuidoras, que seriam vendidas no dia 4 de maio, o leilão das 70 participações da Eletrobras e SPEs, que serão vendidas em 17 lotes em 7 de maio, também terá que mudar de data.

O leilão das SPEs na B3, segundo o executivo, ficará para junho. “Era no dia 7 de maio quando as distribuidoras eram no dia 4, agora talvez faça um ajuste e devem ir para junho, em junho ainda com certeza”, afirmou.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!