Argentina é principal destino dos calçados brasileiros – Jornal do Comércio

As oscilações cambiais têm mudado bruscamente o panorama das exportações brasileiras de calçados nos últimos anos. Com uma queda acentuada nos embarques para os Estados Unidos, registrada desde 2017, a Argentina assumiu, pela primeira vez na história, o primeiro posto entre os destinos do calçado verde-amarelo no exterior. No primeiro trimestre de 2018, os argentinos importaram 2,4 milhões de pares, por US$ 39,14 milhões, altas de 14,4% e de 9,8%, respectivamente, na relação com igual período do ano passado. Entre janeiro e março, os calçadistas brasileiros embarcaram 30,47 milhões de pares, que geraram US$ 250,12 milhões, quedas de 2,7% em volume e de 3,4% em receita gerada sobre o mesmo período de 2017.

O presidente executivo da Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), Heitor Klein, avalia que a valorização do real sobre o dólar, que tende a se intensificar durante o ano em função da recuperação econômica e dos consequentes aportes de investimentos externos, tem tido influência significativa nos embarques de calçados. 

No primeiro trimestre, os norte-americanos compraram 2,8 milhões de pares, pelos quais foram pagos US$ 37,13 milhões, quedas de 11,5% em volume e de 22,6% em receita na relação com igual ínterim de 2017.

A principal origem do calçado exportado foi o Rio Grande do Sul, de onde partiram 6,88 milhões de pares, que geraram US$ 113,54 milhões, números 0,2% maiores em volume e 0,1% menores em receita na relação com igual período de 2017. A segunda origem foi o Ceará, que exportou 12,69 milhões de pares, por US$ 66,97 milhões. O terceiro principal exportador foi São Paulo, onde foram embarcados 1,43 milhão de pares, que geraram US$ 23,9 milhões.

 

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!