Bolsas asiáticas fecham sem direção única, à espera de ata do Fed – Jornal do Comércio

As bolsas da Ásia e do Pacífico fecharam sem direção única nesta quarta-feira (11), com vários investidores se retraindo antes de atualizações sobre a política monetária e inflação dos EUA.

Em Tóquio, o índice Nikkei caiu 0,49%, a 21.687,10 pontos, pressionado por papéis de fabricantes de instrumentos de precisão, setor exportador que sofreu com um leve avanço do iene em relação ao dólar durante a madrugada.

Na capital sul-coreana, Seul, o Kospi teve baixa de 0,27%, a 2.444,22 pontos, influenciado negativamente por seguradoras e varejistas.

Os mercados da China, por outro lado, ampliaram ganhos recentes. Em sua terceira alta seguida após o feriado da semana passada, o Xangai Composto subiu 0,56%, a 3.208,08 pontos, ainda sustentado por ações de bancos, enquanto o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 0,53%, a 1.850,97 pontos.

Ontem, o presidente chinês, Xi Jinping, fez comentários que ajudaram a aliviar preocupações sobre uma possível guerra comercial entre China e EUA e impulsionaram as bolsas globais.

Já os últimos dados sobre preços ao consumidor da China mostraram que a taxa anual de inflação da segunda maior economia do mundo desacelerou de 2,9% em fevereiro, que havia sido o maior nível em quatro anos, para 2,1% em março. O resultado ficou bem aquém da previsão de analistas, de taxa de 2,5%. Pequim tem o objetivo de manter a inflação abaixo de 3% este ano.

O dia também foi de ganhos em Hong Kong, onde o Hang Seng subiu 0,55%, a 30.897,71 pontos, atingindo o maior nível em três semanas, e em Taiwan, com alta de 0,43% do Taiex, a 10.974,02.

Na tarde de hoje, investidores na Ásia e em outras partes do mundo ficarão atentos à ata da reunião de política monetária de março do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA), quando a instituição elevou seus juros básicos em 0,25 ponto porcentual, como era amplamente esperado. Antes disso, pela manhã, serão divulgados números de inflação ao consumidor americano, que são fundamentais para determinar o futuro da política do Fed.

Na Oceania, a bolsa da Austrália ficou no vermelho, diante do fraco desempenho de ações de grandes bancos domésticos e apesar da valorização de mineradoras. O S&P/ASX 200 caiu 0,48% em Sydney, a 5.828,70 pontos.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!