Secretária do Tesouro ocupará segundo cargo mais importante da Fazenda |

Brasília - Entrevista coletiva com o novo ministro da Fazenda, Eduardo Guardia e a secretária executiva do Tesouro Nacional, Ana Paula Vescovi (Valter Campanato/Agência Brasil)

Brasília – Ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, e a secretária executiva do ministério, Ana Paula Vescovi (Valter Campanato/Agência Brasil)

A secretária do Tesouro Nacional, Ana Paula Vescovi, ocupará a Secretaria-Executiva do Ministério da Fazenda, o segundo posto mais importante da pasta, anunciou hoje (11) o novo ministro Eduardo Guardia. O nome do novo titular do Tesouro será divulgado nos próximos dias.

Na Secretaria do Tesouro desde junho de 2016, Ana Paula tinha ocupado a Secretaria de Fazenda do Espírito Santo em 2015 e 2016. No estado, ela promoveu um trabalho de ajuste fiscal, cortando cargos comissionados, suspendendo reajustes salariais para os servidores locais, revisando incentivos fiscais e obrigando a destinação dos recursos dos royalties do petróleo para investimentos, não para o custeio (manutenção da máquina pública).

No Tesouro, Ana Paula foi uma das principais responsáveis pela renegociação da dívida dos estados e pela elaboração do pacote de recuperação fiscal de estados em dificuldade, como o Rio de Janeiro. Ela trabalhou para que os estados com problemas de caixa que recorressem à União cumprissem contrapartidas, com corte de gastos e aumento de impostos.

A nova secretária-executiva da Fazenda confirmou que continuará presidindo o Conselho de Administração da Caixa Econômica Federal. Ela encarregou-se da implementação do novo estatuto, que deu mais transparência para a instituição, e descartou o uso de recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para ampliar o capital da instituição.

Após ser confirmada no cargo, Ana Paula agradeceu a Guardia, que, segundo ela, criou condições para que todas as secretarias do ministério trabalhassem em conjunto. “Queria agradecer o apoio ao trabalho do Tesouro Nacional e das outras secretarias. Farei o meu melhor como servidora pública, que visa atender, da melhor forma possível, a missão institucional do Ministério da Fazenda. Vou permitir que a coesão que marca a equipe, a unidade de pensamento, seja uma continuidade até o final desse período”, declarou.

 

Edição: Fernando Fraga

Fonte Oficial: EBC.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!