Ações de bancos puxam recuperação das bolsas de Nova York – Valor

SÃO PAULO  –  O esfriamento das tensões geopolíticas trouxe um tom positivo para as bolsas pelo mundo nesta quinta-feira (12) e, nos Estados Unidos, as ações dos bancos, que dão largada à temporada de balanços nesta sexta-feira (13), registraram forte alta e puxaram a recuperação dos índices de Nova York.

O presidente americano, Donald Trump, disse hoje, via Twitter, que nçao chegou a precisar se e quando haveira um ataque à Síria. “Nunca disse quando aconteceria um ataque à Síria. Pode acontecer muito em breve ou não tão cedo”, escreveu o manadatário dos EUA em seu perfil do microblog.

Na quarta (11), a escalada de tensões no Oriente Médio trouxe fraqueza aos mercados. Em linhas gerais, o mercado considerou que os embates geopolíticos tiveram poucos avanços, o que explica o foco na questão corporativa.

O Dow Jones fechou em alta de 1,21%, aos 24.483,05 pontos, o S&P 500 subiu 0,83%, aos 2.633,99 pontos, e o Nasdaq avançou 1,01%, aos 7.140,24 pontos. Os ganhos foram disseminados, com alta em 24 dos 30 itens do Dow jones e em seis dos 11 segmentos do S&P 500.

Destaques 

O J.P.Morgan, que divulga balanço nesta sexta (13), subiu 2,5%, ajudando a puxar valorização do setor financeiro, que também saiu beneficiado por resultados positivos da BlackRock e aumento dos rendimentos (“yields”) dos Treasuries.

Os juros das T-notes de 10 anos subiram a 2,832%, de 2,790% no fim do dia anterior, enquanto os dos T-bonds de 30 anos avançaram a 3,040%, de 3,005% ontem. Já as T-notes de dois anos registaram ganho a 2,348%, ante 2,311%, o maior valor de fechamento desde agosto de 2008. O yield se move na direção contrária à do preço do título.

Petróleo

Os preços do petróleo fecharam sem direção única, com o Brent recuando ligeiramente e o WTI encerrando em leve alta, suficiente para manter a máxima desde o fim de 2014.

A oscilação estreita é explicada pela cautela dos investidores ante os desdobramentos no Oriente Médio, que podem interromper o fluxo de petróleo na região. Os contratos do Brent para junho encerraram em baixa de menos de 0,1%, a US$ 72,02 por barril, na ICE, em Londres, enquanto os do WTI para maio subiram 0,4%, a US$ 67,07 por barril, na Bolsa de Mercadorias de Nova York (Nymex).

Fonte Oficial: Valor.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!