Juros futuros ignoram dólar a R$ 3,40 e fecham em baixa com atividade fraca – Jornal do Comércio

Os juros futuros descolaram da dinâmica do câmbio nesta tarde de quinta-feira e encerraram a sessão regular em baixa. Apesar de o dólar marcar máximas ante o real e voltar a valer mais de R$ 3,41 no mercado futuro (contrato para maio) na segunda etapa dos negócios, as taxas dos contratos de Depósito Interfinanceiro (DI) mantiveram o movimento observado na parte da manhã. Entre os principais vencimentos, o contrato com maior volume negociado hoje, no caso, o DI com vencimento em janeiro de 2020, encerrou com recuo de 0,08 ponto porcentual.

Operadores e analistas ouvidos pelo Broadcast, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado, afirmaram que a fraqueza da atividade econômica, novamente evidenciada pelo resultado do comércio em fevereiro divulgado hoje pelo IBGE, fundamenta a baixa nas taxas futuras. “Os juros continuam ancorados na conjuntura de inflação baixa e atividade crescendo vagarosamente”, diz um operador.

Apesar de o dólar oscilar em novo patamar (perto dos R$ 3,40), o fortalecimento da moeda ainda não surte grandes preocupações sobre a inflação. “A alta do dólar desde a último reunião do Copom foi de, aproximadamente, 4,3%. Ainda não é o suficiente para gerar sustos na inflação”, afirmou o estrategista em renda fixa da Coinvalores, Paulo Nepomuceno.

Assim, o DI para janeiro de 2019 encerra sessão regular a 6,225% ante 6,259% no ajuste de ontem. O DI para janeiro de 2020 fechou a 6,98% ante 7,062% no ajuste de ontem. O DI para janeiro de 2021 fechou a 8,01% ante 8,092% no ajuste de ontem. O DI para janeiro de 2023 fechou a 9,12% ante 9,162% no ajuste de ontem. O DI para janeiro de 2025 fechou a 9,64% ante 9,672% no ajuste de ontem.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!