Banco Central tem incentivado Fintechs e não pretende regular companhias em demasia, diz Ilan – Jornal do Comércio

O presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, disse nesta sexta-feira (13) que a instituição quer estimular as Fintechs, empresas nascentes de tecnologia financeira, sem regular em demasia o setor. Essas companhias ajudam a dar maior competição ao sistema, além de criarem novos produtos e modelos de negócios com redução de custos em várias áreas, disse.

“Temos adotado uma postura de deixar entrar, deixar competir e regular apenas quando necessário”, comentou o presidente do BC, que participou nesta sexta-feira de evento do Insper e do Fundo Garantidor de Crédito (FGC) na capital paulista com o tema “Risco Moral x Risco de Crédito”.

Além de estimular as Fintechs, Ilan afirmou que o BC tem o objetivo de “empoderar” os bancos pequenos e médios, ao menos tempo que “resguarda” a liquidez destas instituições. “Temos mais de uma centena de bancos pequenos e médios, e um número ainda maior de cooperativas (cerca de 1000 instituições)”, disse ele em sua apresentação.

O BC também que estimular o uso de meios eletrônicos de pagamentos e estimular a competição no setor de cartões, ressaltou o presidente da instituição. “Foram adotadas medidas que melhoram a concorrência e tornam o uso do cartão de crédito mais eficiente e barato”, disse Ilan Goldfajn.

Ele ressaltou ainda em seus discurso medidas recentes do BC para estimular o uso do cartão de débito.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!