Ex-fabricante de ‘beef jerky’ entra com pedido de registro na CVM – Valor

SÃO PAULO  –  A Bittenpar Participações entrou na quinta-feira (12) com um pedido de registro de companhia aberta na Comissão de Valores Mobiliários (CVM). A holding, constituída em março de 2016, controla desde fevereiro do ano passado a Super Grill X Indústria e Comércio de Alimentos, de Guariba (SP), fabricante de lanches e produtos industrializados à base de carne processada.

A empresa emitiu, em 2016, 1,5 mil debêntures em abril de 2016, avaliadas em R$ 750 milhões, para realizar investimentos na fábrica. A operação recebeu nota de crédito “brCCC” da agência de classificação de riscos Austin Rating em dezembro do ano passado, patamar que considera o papel um ativo de risco elevado. A agência afirma que a decisão foi tomada pelo fato de a holding e a Super Grill, empresa na qual estão concentrados todos os investimentos e é a única fonte de receita da Bittenpar, não estarem em operação, dificultando sua capacidade de pagamento.

Segundo comunicado da Austin em que anuncia o rating da emissão, os diretores da Bittenpar estimavam que a fábrica da Super Grill X iniciaria suas atividades em março deste ano. Em contato por telefone, um funcionário da fábrica, que não quis se identificar, disse ao Valor que não há previsão de início das operações. Procurada pela reportagem, a Bittenpar não respondeu até o fechamento desta nota.

A Bittenpar é controlada por José Barbosa Machado Neto, com 99% do capital. Ele fundou, em 2005, a International Food Company (IFC), fabricante de carne defumada, conhecida como “beef jerky”, de Itupeva (SP). A empresa entrou com um pedido de recuperação judicial em 2008, alegando-se impossibilitada de fazer ajustes nos preços dos produtos que vendia para sua parceira nos Estados Unidos, a Jack Link’s, por causa de um contrato de exclusividade.

A empresa teve falência decretada em agosto de 2011 e os ativos foram vendidos. Em julho de 2012, a Marfrig arrendou o frigorífico da IFC em Nova Xavantina (MT), com capacidade para abater 1 mil cabeças por dia. No mesmo ano, a Brasil Foodservice Group (BFG), controladora da rede de restaurantes Porcão, comprou dois frigoríficos da massa falida da IFC.

Em agosto de 2016, Barbosa foi convocado pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso para testemunhar na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que apurava a suposta formação de cartel de frigoríficos no Estado. Ele não compareceu à sessão.

Fonte Oficial: Valor.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!