Petróleo opera em leve baixa, apesar de perspectiva positiva da AIE para demanda – Jornal do Comércio

Os futuros de petróleo operam em leve baixa nesta manhã de sexta-feira (13), revertendo ganhos de mais cedo que vieram após a Agência Internacional de Energia (AIE) prever demanda robusta pela commodity neste ano.

Às 8h50min (de Brasília), o barril do petróleo tipo Brent para junho caía 0,08% na IntercontinentalExchange (ICE), a US$ 71,94, enquanto o do WTI para maio tinha baixa marginal de 0,07% na New York Mercantile Exchange (Nymex), a US$ 67,02.

Em relatório mensal publicado mais cedo, a AIE disse continuar prevendo que a demanda global por petróleo irá aumentar 1,5 milhão de barris por dia (bpd) este ano, ajudando a compensar parcialmente a forte expansão da produção de óleo de xisto nos EUA. Por outro lado, a AIE alertou que a crescente tensão comercial entre EUA e China pode afetar significativamente o apetite global por petróleo.

Segundo Thomas Pugh, analistas de commodities da consultoria Capital Economics, uma eventual guerra comercial iniciada por Washington e Pequim afetaria o desempenho da economia global e seria negativo para a demanda por petróleo.

Pugh, por outro lado, pondera que os temores de uma guerra comercial diminuíram e que os preços do petróleo continuam a ser favorecidos por riscos geopolíticos à oferta, em especial no Oriente Médio. “Todo mundo está totalmente focado no que acontece no Oriente médio e, aparentemente, ignorando o resto”, comentou.

Nos últimos dias, o petróleo atingiu máximas em três anos com a perspectiva de que EUA e aliados lancem uma ofensiva militar na Síria, em resposta a um suposto ataque com armas químicas que matou dezenas de civis sírios no último fim de semana. O Oriente Médio responde por cerca de dois terços das reservas de petróleo mundiais.

Mais tarde, às 14h (de Brasília), investidores vão acompanhar a pesquisa semanal da Baker Hughes sobre plataformas e poços de petróleo em operação nos EUA.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!