Santander vê cenário pior para desemprego em 2018 e 2019 – Valor

SÃO PAULO  –  O Santander revisou para cima suas projeções para taxa de desemprego em 2018 e 2019 e agora espera uma melhora mais lenta do mercado de trabalho. A estimativa para a taxa de desemprego média de 2018 subiu de 11,7% para 12%. Para 2019, passou de 10,2% a 10,9%.

A projeção para a taxa de desemprego ao fim do ano, ajustada sazonalmente, passou de 10,8% para 11,4% em 2018 e de 9% para 10% em 2019, informou o banco.

“Os dados da atividade econômica divulgados até o momento trouxeram um viés de baixa para nossa estimativa de PIB para 2018 (atualmente em 3,2%)”, escrevem os economistas Luciano Sobral e Rodolfo Margato em relatório. “Além disso, os mais recentes dados do mercado de trabalho, que apontam para um aumento da taxa de participação e criação de empregos em ritmo mais lento, nos levam a revisar para cima nossas estimativas de taxa de desemprego para 2018 e 2019”, completam.

As revisões implicam que levará mais tempo para que o hiato do produto (diferença entre o PIB potencial e o efetivo) se feche e comece a provocar pressões inflacionárias. Com isso, o Banco Central poderá manter a taxa de juros em patamar estimulativo por um tempo mais longo.

O Santander espera agora que taxa de desemprego permaneça acima do patamar considerado neutro (Nairu, na sigla em inglês para “taxa de desemprego não aceleradora da inflação”) até o segundo trimestre de 2020.

A maior demora para o desemprego atingir o nível neutro é citado pelo Santander no relatório como um dos fatores que têm contribuído para manter a inflação e as expectativas com relação ao indicador em nível baixo, o que dá espaço para manutenção da política monetária expansionista por mais tempo.

Fonte Oficial: Valor.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!