Conheça as 11 cidades-sede da Copa do Mundo na Rússia – Jornal do Comércio

Turismo


Notícia da edição impressa de 16/04/2018.
Alterada em 15/04 às 21h21min

Conheça as 11 cidades-sede da Copa do Mundo na Rússia


/

Eduardo Lesina

O país com a maior área territorial do mundo transpira história em suas clássicas cidades. Famosa por suas catedrais da igreja ortodoxa, herdeiras do cristianismo do Império Bizantino, a Rússia tem, nos seus kremlins (fortalezas), um complexo de construções, os principais pontos turísticos.

As 11 cidades-sede da 21ª Copa do Mundo Fifa apresentam a variedade do país. A Federação Russa é composta por 21 repúblicas – entre elas estão o Tartaristão e a Mordóvia, representados pelas suas capitais: Kazan e Saransk, respectivamente. A capital Moscou é o centro político e econômico russo. São Petersburgo atrai os turistas pela ligação direta com a história da nação através dos seus monumentos. As homenagens aos tradicionais escritores russos se estendem de Níjni Novgorod a Rostov. Já em Samara, a homenagem é ao cosmonauta Yuri Gagarin, o primeiro homem a ir ao espaço, em 1961.

As praias russas também podem ser exploradas pelos turistas nas cidades de Kaliningrado e Sochi. Cidades históricas na Rússia, Ecaterimburgo, do lado oriental, e Volgogrado (antiga Stalingrado), do lado ocidental, têm, em seus monumentos, uma representação do passado do país.

Não há necessidade de visto para a entrada de brasileiros em território russo. Entretanto, a permanência no país não pode ultrapassar 90 dias. Pela extensão das dimensões russas, há 11 fusos horários diferentes, e, nas cidades-sede, a variação é de cinco a oito horas em relação ao Brasil.

Moscou

Turismo Moscou 
A view of the Moskva river and the Kremlin towers and cathedrals in Moscow on March 29, 2018.
At least 25 countries have ordered out more than 120 Russia diplomats in response to the March 4 attack on former Russian double agent Sergei Skripal and his daughter in the English city of Salisbury. / AFP PHOTO / Mladen ANTONOV

Turismo Moscou
A view of the Moskva river and the Kremlin towers and cathedrals in Moscow on March 29, 2018.
At least 25 countries have ordered out more than 120 Russia diplomats in response to the March 4 attack on former Russian double agent Sergei Skripal and his daughter in the English city of Salisbury. / AFP PHOTO / Mladen ANTONOV

/MLADEN ANTONOV/AFP/JC

A capital russa é a sexta cidade mais populosa do mundo. Cidade do Teatro Bolshoi, Moscou apresenta alguns dos pontos turísticos mais famosos do Leste Europeu. Exemplo disso é a Praça Vermelha – que ganhou notoriedade pelos desfiles militares na época da União Soviética. A praça divide outros dois pontos turísticos famosos: o Kremlin de Moscou, que serve como a residência oficial do chefe de Estado, e a Catedral de São Basílio, igreja ortodoxa russa construída entre 1555 e 1561.

 

Kazan

Mesquita de Kazan - crédito hadoken no visualhunt

Mesquita de Kazan Рcr̩dito hadoken no visualhunt

/HADOKEN/VISUALHUNT/DIVULGAÇÃO/JC

Capital na República do Tartaristão, a cidade de Kazan representa a dualidade russa, presente também na religião do país. De maioria muçulmana, a cidade ficou conhecida como a “sede islâmica da Copa”, mas a harmonia com os católicos da cidade impera. O Complexo Arquitetônico e Histórico do Kremlin de Kazan representa essa coexistência: a mesquita de Kul-Sharif e a Catedral da Anunciação dividem o espaço na cidadela.

Kaliningrado

Caliningrado - Photo credit Daniel Niklasson on Visualhunt

Caliningrado – Photo credit Daniel Niklasson on Visualhunt

/DANIEL NIKLASSON/VISUALHUNT/DIVULGAÇÃO/JC

Terra do filósofo Immanuel Kant, o exclave de Kaliningrado situa-se entre a Lituânia e a Polônia, fora do território contíguo russo. A cidade das sete pontes (problema matemático resolvido em 1736 por Leonhard Euler) foi capital da Prússia até 1945 – com o nome de Königsberg. Mesmo com temperatura máxima de 20°C no verão, detém belas praias e resorts.

Rostov-do-Don

Monumento Alexander Pushkin - Rostov-on-don - crédito Rost.gails no wikimedia

Monumento Alexander Pushkin РRostov-on-don Рcr̩dito Rost.gails no wikimedia

/ROST.GAILS/WIKIMEDIA/DIVULGAÇÃO/JC

Importante centro comercial e industrial, Rostov transpira cultura. A rua Pushkin, em homenagem ao escritor russo Alexandre Pushkin, é repleta de restaurantes e lojas que reforçam o ideal cultural da cidade. Outro exemplo da cultura em Rostov, é o Museu Regional Belas Artes, que remonta parte da história russa através de objetos como armas e utensílios domésticos.

Níjni Novgorod

Kremlin de Nizhny Novgord - crédito Aleksandr Zykov on Visualhunt

Kremlin de Nizhny Novgord Рcr̩dito Aleksandr Zykov on Visualhunt

/ALEKSANDR ZYKOV/VISUALHUNT/DIVULGAÇÃO/JC

Níjni Novgorod é conhecida pela sua ligação com a cultura. Berço do escritor Maksim Gorki – que veio a nomear a cidade durante a União Soviética, de 1932 a 1991 -, a localidade tem em seu Kremlin sua maior atração. Próxima de Moscou, conta com o zoológico Limpopo e o monastério Pechersky, fundado em 1328.

São Petersburgo

TURISMO RÚSSIA SÃO PETERSBURGO DIVULGAÇÃO INTERPOINT VIAGENS E TURISMO

TURISMO RÚSSIA SÃO PETERSBURGO DIVULGAÇÃO INTERPOINT VIAGENS E TURISMO

/INTERPOINT VIAGENS E TURISMO/DIVULGAÇÃO/JC

A segunda maior cidade russa atrai os turistas por seus monumentos históricos. O Museu Estatal do Hermitage, às margens do rio Neva, é um dos maiores e mais completos do mundo. No seu complexo, está o Palácio de Inverno, construído entre 1754 e 1762, que servia de residência dos czares russos – e a sua tomada pelo exército bolchevique marca o início da Revolução de Outubro.

Saransk

Catedral St. Theodore em Saransk - crédito Gordeev no wikimedia

Catedral St. Theodore em Saransk – crédito Gordeev no wikimedia

/GORDEEV/WIKIMEDIA/DIVULGAÇÃO/JC

Capital da República da Mordóvia, Saransk tem como atrações a Catedral de São João Apóstolo, o parque Gorodskoy e o monumento em homenagem a Fyodor Ushakov, comandante da marinha russa que foi canonizado em 2000. A cidade ainda mantém seus traços arquitetônicos dos séculos XVII e XVIII. Tem como centros culturais o Museu de Cultura Popular e o Teatro Nacional Dramático da Mordóvia.

Ecaterimburgo

Igreja de Sangue - Ecaterimburgo - crédito Tanya Dedyukhina no wikimedia

Igreja de Sangue РEcaterimburgo Рcr̩dito Tanya Dedyukhina no wikimedia

/TANYA DEDYUKHINA/WIKIMEDIA/DIVULGAÇÃO/JC

Ecaterimburgo é a quarta maior cidade da Rússia em habitantes. Nela está situada a Igreja do Sangue, construída entre 2000 e 2003, erguida sobre a Casa Ipatiev, local onde o último czar russo, Nicolau II, foi executado pelo exército bolchevique. Sede da Academia Russa de Ciências, Ecaterimburgo detém o segundo prédio mais alto da Rússia, o edifício Vysotsky.

Samara

Templo de São Jorge em Samara  - crédito Alver no wikimedia

Templo de Ṣo Jorge em Samara Рcr̩dito Alver no wikimedia

/ALVER/WIKIMEDIA/DIVULGAÇÃO/JC

Fundada em 1586, a cidade de Samara tem pontos turísticos de diferentes áreas. Como uma clássica cidade russa, o Templo de São Jorge é um dos principais lugares para visitação no município. Outra atração é o monumento, em forma de foguete, em homenagem ao primeiro voo espacial, realizado pelo cosmonauta Yuri Gagarin. Há, ainda, um dos bunkers usados por Stálin durante a Segunda Guerra.

Volgogrado

Monte Mamaev - Volgograd - crédito alexxx1979 no visual hunt - 
OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Monte Mamaev – Volgograd – crédito alexxx1979 no visual hunt –
OLYMPUS DIGITAL CAMERA

/ALEXXX1979/VISUALHUNT/DIVULGAÇÃO/JC

A lendária cidade de Stalingrado passou a se chamar Volgogrado em 1961. Local da batalha que marcou a derrocada dos nazistas na Segunda Guerra, a cidade mantém a memória da batalha viva em seus locais históricos. Através do monumento Mãe-Pátria, no monte Mamaev, a história é reconstruída no território do município. Além disso, Volgogrado mantém um museu sobre a batalha dentro da cidade.

Sochi

Parque Olímpico de Sochi - crédito visualhunt

Parque Olímpico de Sochi – crédito visualhunt

/VISUALHUNT/DIVULGAÇÃO/JC

No litoral sulista da Rússia, Sochi é uma cidade-resort, com temperaturas mais próximas à realidade do Brasil. Mesmo com o clima com maior temperatura, Sochi sediou os Jogos de Inverno de 2014, e, por isso, oferece aos turistas o Parque Olímpico e um resort para esquiar. O hotel Primorskaya, construído em 1930, e o porto marítimo de Sochi também são lugares característicos da cidade.

 


Seja o primeiro a comentar esta notícia

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!