Dow Jones volta a exibir ganhos em 2018, apoiado por fortes ganhos das techs – Jornal do Comércio

Os mercados acionários americanos voltaram a encerrar em alta nesta terça-feira (17), à medida que os investidores deixaram de lado possíveis tensões comerciais e geopolíticas e monitoraram o noticiário econômico e corporativo. Papéis de companhias de tecnologia voltaram a apresentar fortes ganhos, liderados pela Netflix, que reagiu positivamente ao balanço do primeiro trimestre.

O índice Dow Jones encerrou o dia com alta de 0,87%, aos 24 786,63 pontos, e voltou a exibir ganhos no ano de 2018. O S&P 500 subiu 1,07%, aos 2.706,39 pontos, enquanto o Nasdaq avançou 1,74%, aos 7.281,10 pontos.

A Netflix dominou o jogo nas bolsas em Nova Iorque nesta terça-feira. Após apresentar lucro e receita acima do esperado, a companhia viu suas ações saltarem 9,19%, para US$ 336,06. Instituições como Morgan Stanley, Stifel Nicolaus e RBC Capital Markets elevaram o preço-alvo da ação da companhia, baseados no salto visto no número de assinantes. Na avaliação de William Maurer, contribuidor do SeekingAlpha, “a Netflix ainda tem muito espaço para crescimento, já que tem apenas 125 milhões de assinantes globais”. Além disso, a Netflix foi beneficiada pela notícia do site The Information de que a empresa pretende usar mais o Google Cloud em vez do serviço em nuvem da Amazon. Nesse sentido, o papel da Alphabet, controladora do Google, avançou 3,18%.

Apoiadas pela Netflix, as techs apresentaram forte avanço. O subíndice de tecnologia do S&P 500 subiu 2,01%, para 1.188,64 pontos. O segmento liderou o movimento, apoiado pelas giant techs: Apple ganhou 1,38%, Amazon saltou 4,32% e Twitter disparou 11,41%, após o Morgan Stanley elevar a recomendação da companhia de underweight (desempenho abaixo da média do mercado) para equal-weight. “Embora anteriormente fôssemos cautelosos quanto à durabilidade da plataforma do Twitter, acreditamos que conversas mais positivas entre anunciantes e o crescimento dos usuários tornam o risco/recompensa mais atraente”, escreveu o analista Brian Nowak, do Morgan Stanley.

Na avaliação do diretor de investimentos da Tavistocl Investments, Christopher Peel, os FANGs, grupo formado por Facebook, Amazon, Netflix e Alphabet (Google), “são muito importantes e parecem ser um barômetro para todas as ações”. Apesar da recente pressão sobre as empresas de tecnologia, “o setor está vulnerável a uma onda vendedora de ações se qualquer uma das cinco ou seis grandes empresas desapontarem nos balanços”, disse.

Já as ações da Starbucks fecharam com ganho de 0,67%, após a empresa anunciar que vai fechar suas mais de 8 mil lojas próprias e escritórios nos EUA em 29 de maio para a realização de um treinamento com funcionários sobre como evitar situações de preconceito racial.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!