10 Projetos Ucranianos de Blockchain que Nos Levam ao Futuro – Portal do Bitcoin

Tais novos fenómenos tecnológicos como bitcoin, blockchain e ICO já se tornaram uma sensação genuína no mundo dos negócios. Os ucranianos não deixam a desejar nesta esfera. O futurista e ideólogo de blockchain, Don Tapscott, considera a Ucrânia um dos quatorze principais países do setor. O fundador do canal de Telegram dedicado às notícias de criptografia, Dmitry Semenov, criou para o site MC Today a lista de dez projetos blockchain ucranianos que definitivamente valem a pena ficar de olho.

1. Hacken

Considerando a crescente taxa de cibercrime, o projeto blockchain, – Hacken – foi criado para fornecer uma ampla gama de serviços de segurança cibernética e melhorar a proteção das empresas que operam na Internet. A empresa possui uma plataforma descentralizada de recompensas de bugs onde as empresas colocam seu produto ou sistema, e os hackers do bem (white hackers) começam a atacá-lo para fornecer um relatório sobre os bugs encontrados.

Data da fundação: 2017

Há algumas sensações genuínas entre as notícias recentes da empresa, por exemplo, as parcerias com os criadores do robô Sophia e a proteção antiphishing do Nucleus Vision, um sistema de identificação sem contato. A empresa tem sua criptomoeda para hackers éticos. Tokens estão disponíveis em bolsas como KuCoin, YoBit e Kuna.

2. Rentberry

Esta é uma plataforma transparente e descentralizada para o aluguel de apartamentos. Os proprietários das casas têm a oportunidade de encontrar os inquilinos, enquanto os últimos obtêm o serviço mais barato sem a taxa oculta. Ambos os lados fazem um acordo usando a plataforma, e o processo se torna totalmente automático devido aos tokens Berry. Tais projetos desenvolvem a economia compartilhada descentralizada.

Data da fundação: 2015

Recentemente, a Rentberry arrecadou mais de US$ 25 milhões durante a Oferta Inicial de Moedas (ICO) e facilitou seu desenvolvimento a longo prazo. O principal concorrente do projeto é o Beehive.

3. D-Market

Este projeto é um dos primeiros exemplos do grande sucesso ucraniano na esfera das criptomoedas. O ICO arrecadou US$ 11 milhões. O D-Market é uma plataforma global que permite que desenvolvedores, jogadores e empresas avaliem, comprem e vendam o conteúdo dos jogos.

Data da fundação: 2017

Os fundadores do projeto entraram no hype do bitcoin com a experiência na indústria de jogos. Por exemplo, Vladimir Panchenko é um distribuidor privado dos jogos digitais mais populares do mundo. Ele vendeu 15 milhões de itens de seus produtos nos últimos cinco anos. O co-fundador, Alexander Kokhanovsky, trabalha na indústria do e-sport há dezessete anos.

Andrei Khavriuchenko é o blockchain-architect e um dos desenvolvedores da criptomoeda DASH (com capitalização é de US$ 4,8 bilhões). O D-market tem como consultor Denys Dovgopoly, investidor e co-fundador da Startup SchoolUP.

4. Neuromation

É um marketplace destinado a ajudar os usuários a receber os módulos de inteligência artificial. O usuário pode criar um módulo do zero ou comprar um pronto para uso privado ou para fins comerciais.
Data da fundação: 2017

Em janeiro de 2018, a startup coletou US $ 71,6 milhões e se tornou uma das mais renomadas OICs. Em outro mês, o projeto entregou os tokens aos investidores e lançou a versão alfa da plataforma.

5. Remme

Este projeto ucraniano encontrou a solução para a questão da segurança de senhas no espaço criptográfico. Em vez de criar uma senha longa e complicada, o sistema fornece a cada dispositivo o único certificado SLL que é mantido no blockchain. Assim, o usuário abre sua conta em um clique e o hacker não tem chance de uma violação de segurança.

O ICO arrecadou US$ 17 milhões. A empresa estatal ucraniana Ukrinmash está entre os clientes da Remme.

Data da fundação: 2017

O algoritmo tradicional de proteção por senha tem suas falhas e os cibercriminosos as usam. A Remme usa a tecnologia blockchain para mudar a essência do esquema de proteção e tornar o ciberespaço mais seguro.

6. Brighter Lab

Este é o laboratório blockchain da grande corporação de TI Intellectsoft. Seus desenvolvedores vêm acompanhando o desenvolvimento de registros descentralizados há muito tempo. Agora, eles estão focados em satisfazer a demanda dos clientes globais.

Data da fundação: 2017

As agências da empresa nos EUA, na Grã-Bretanha e na Ucrânia dão ao Brighter Lab o acesso a esse grande grupo de clientes, enquanto a confiança dos parceiros verifica a experiência e os links. Em abril, a Intellectsoft investirá na conferência blockchain em Londres, onde os líderes de suas filiais falarão.

7. Karbo

Enquanto as autoridades ucranianas ponderam se o país precisa da própria criptomoeda, a equipe de desenvolvedores já introduziu mais de 5,3 milhões de karbovanets virtuais (KRB)
Data da fundação: 2016

Em 10 de fevereiro, o preço de 1 KRB era de $ 1. No momento, o projeto permite que qualquer usuário baixe o blockchain para o seu computador pessoal para compra e venda de bens e serviços, bem como para os tokens-KRB de mineração.

8. Blockchain land cadaster

Esta tecnologia é simultaneamente promissora e incerta. Em junho, o Gabinete de Ministros da Ucrânia aprovou o relatório do projeto de compra de terras digitais. Em outubro, houve uma apresentação do cadastro estatal renovado baseado na tecnologia blockchain. Qualquer um pode usar o cadastro digital de terrenos, mas pode ser alterado apenas pelos trabalhadores do “Serviço Estadual da Ucrânia.

Cartografia & Cadastro ”. Atualmente, o projeto não está funcionando em plena movimentação. O software junto com o blockchain de cadastro não foi renovado.

9. Ambisafe

“Comemos os contratos inteligentes no café da manhã”, afirmou a empresa Ambisafe, que ajuda os clientes a lançarem seu Próprio ICO.

Data da fundação: 2015

A Ambisafe coopera com o dólar digital Tether, a plataforma blockchain destinada a promover a venda de imóvel Propy e a exchange de criptomoedas Bitfinex.

10. Distributed Lab

A empresa ajuda a introduzir tokens em processos de empresas e a criar os contratos inteligentes para a tarefa específica, por exemplo, para o leilão.

Data da fundação: 2014

Entre os projetos do Laboratório Distribuído está o aplicativo móvel para as exchanges de bitcoin Bitxf, Kuna.io, e plataforma para a coleta das doações para o setor social com base no blockchain Gurtom.

Vale ressaltar a colaboração com o projeto Vareger e democracia digital transparente baseada no blockchain do Ethereum e-Vox.

Fonte Oficial: Portal do Bitcoin.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!