Economia global mostra vigor, mas precisa ser inclusiva, diz Banco Mundial – Exame

O presidente do Banco Mundial, Jim Yong Kim, afirmou em discurso em Washington nesta quinta-feira, 19, que a economia global “mostra um impulso sólido”. O Banco Mundial projeta crescimento de 3,1% no mundo em 2018, no patamar mais forte desde 2011, com recuperação nos investimentos, no setor manufatureiro e no comércio.

“O desafio agora é garantir que o crescimento forte se traduza em crescimento inclusivo, de modo que os benefícios da integração econômica global sejam sentidos por todos os membros da sociedade”, defendeu.

A autoridade afirmou que o “crescimento robusto” é uma grande oportunidade para se investir em capital humano. Ele citou medidas como gastos em infraestrutura, melhora na educação e na saúde e o aumento da força de trabalho feminina que podem continuar a apoiar o crescimento. Isso poderia facilitar as metas de redução da extrema pobreza e garantir uma prosperidade mais compartilhada, argumentou.

Jim Yong Kim reafirmou a missão do Banco Mundial de erradicar a pobreza. Lembrou ainda a expectativa pela reunião anual da entidade, em outubro na Indonésia. Segundo ele, o encontro representará uma oportunidade para se avançar no Projeto Capital Humano, uma medida “rigorosa, detalhada” do capital humano em cada país, que pode ajudar as nações a investir mais na própria população.

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!