Ibovespa fica estável, em meio a queda de bancos e alta de commodities – Valor

SÃO PAULO  –  O Ibovespa manteve no fechamento a oscilação modesta que sustentou durante o dia, dividido entre a queda mais forte de ações de peso no setor bancário e entre o movimento positivo das commodities no exterior. O índice teve leve alta de 0,06% no encerramento do pregão, aos 85.824 pontos, e giro financeiro de R$ 8,7 bilhões.

Segundo operadores, embora o Ibovespa tenha ultrapassado ontem um importante patamar, que poderia dar a ele um novo ímpeto, os investidores seguem sem catalisadores que justifiquem novas compras em bolsa ou mesmo saídas. E o movimento dividido de hoje é, para os especialistas, um dos sinais de que essa indecisão nos negócios permanece.

Além disso, no começo da tarde, as bolsas americanas começaram a perder força. Com o incentivo reduzido também da frente política doméstica, o Ibovespa acabou impedido de testar novos ganhos hoje.

A ação de maior peso e participação no índice, o Itaú Unibanco PN, cedeu 0,93%, a R$ 51,00. No mesmo sentido, Bradesco PN caiu 0,17%, a R$ 34,75, enquanto a ON subiu 0,59%, a R$ 32,43.

Na outra ponta, o dia foi de extensão dos ganhos do pregão anterior para a Petrobras PN (+1,83%, a R$ 22,20), Petrobras ON (+1,25%, a R$ 24,37) e Vale ON (+0,74%, a R$ 47,83), além de siderúrgicas, como Usiminas (+3,53%, a R$ 11,45), que ficou entre as maiores altas do dia. O movimento ficou em linha com a alta do minério de ferro no mercado à vista e no mercado futuro lá fora.

Mas o destaque das altas ficou a cargo mais uma vez da BRF (+4,90%, a R$ 24,17), que continuou reagindo às informações de que Pedro Parente, presidente da Petrobras, deve presidir o conselho de administração da empresa. Segundo o repórter Luiz Henrique Mendes, a expectativa é que um comunicado oficializando a assinatura de acordo de acionistas seja divulgado hoje, depois das declarações de apoio do empresário Abilio Diniz, das fundações Petros e Previ e da gestora Tarpon.

O volume financeiro da BRF também foi um destaque importante no dia, de R$ 658 milhões. Foi o terceiro maior giro do dia, atrás apenas das blue chips Petrobras e Vale.

Fonte Oficial: Valor.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!