Santo Antônio Energia questiona cobrança de R$ 812 milhões

A Santo Antônio Energia (SAE), concessionária responsável pela Usina Hidrelétrica de Santo Antônio, em Rondônia, entrou com ação administrativa e na Justiça questionando a cobrança de cerca de R$ 812 milhões feita pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE). A informação foi repassada ontem (18) em comunicado da empresa.

 

A cobrança é pela garantia financeira de liquidação das operações no mercado de curto prazo relativa ao mês de março. O prazo para pagamento termina no final de abril. O valor foi estipulado considerando decisão liminar favorável à CCEE, referente à apuração do Fator de Indisponibilidade (FID) da hidrelétrica, que foi menor do que o exigido no funcionamento das turbinas.

 

Em nota, a Santo Antônio Energia disse que não concorda com o montante indicado no relatório de aporte de garantias da CCEE por incluir valores que entende estarem em “desacordo com as regras do edital de concessão”, ainda em discussão. A concessionária informa que já tomou todas as medidas cabíveis, tanto na esfera judicial quanto na administrativa, para afastar a “exigência do aporte do montante indicado, bem como os impactos financeiros decorrentes”.

 

A usina tem como principais sócios Odebrecht, Cemig e a Eletrobras. A Santo Antônio opera no rio Madeira e tem capacidade instalada de cerca de 3,56 gigawatts.

 

 

 

 

Fonte Oficial: EBC.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!