Conab é autorizada a vender milho e a comprar arroz

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) foi autorizada a vender, por meio de leilões públicos, até 1 milhão de toneladas de milho em grãos. O objetivo da oferta é atender à demanda dos criadores de animais, que reclamam dos altos preços do cereal no mercado. A venda será feita por meio de leilões públicos.

Redução do preço do milho foi demandada por criadores de animais (Arquivo/Agência Brasil)

“Os preços do cereal no mercado estão iguais ou superiores ao preço de liberação de estoque, definido pelo governo em R$ 19,95 a saca de 60kg [quilos] no estado de Mato Grosso”.

Um primeiro aviso de venda de 200 mil toneladas de milho deve ser publicado ainda hoje (20), dirigido a criadores de aves, suínos, bovinos, ovinos e caprinos cadastrados no Sistema de Cadastro Nacional do Produtor Rural (Sican) e representados por bolsas de mercadorias. O leilão deverá ocorrer no dia 27.

Também foi autorizada a aquisição de até 70 mil toneladas de arroz em casca, ao preço mínimo de R$36,01 pela saca de 60kg. O valor pode variar de acordo com sua classificação em função dos ágios e deságios previstos no Manual de Operações da Conab. Serão destinados R$ 50 milhões para essa compra, a ser feita pelas superintendências regionais da Conab em todo o país, por meio do mecanismo de Aquisições do Governo Federal (AGF), previsto na Política de Garantia de Preços Mínimos (PGPM).

De acordo com a Conab, essa medida será necessária para conter a pressão de oferta, em consequência do início da colheita. A companhia diz esperar, como resultado dessas operações, um “enxugamento do mercado e uma mudança das expectativas de queda de preço no setor.”

Edição: Lidia Neves

Fonte Oficial: EBC.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!