Juros futuros fecham em alta com dlar fortalecido – Jornal do Comércio

Os juros futuros encerraram a sessão regular desta segunda-feira (23) em alta, provocada pelo fortalecimento do dólar ante o real. Alguns vencimentos fecharam na máxima intraday, em linha com o comportamento da moeda americana no mercado doméstico. Na última meia hora, a divisa dos EUA renovou a cotação máxima ante o real acompanhando o movimento perante moedas de economias emergentes.

Com a desvalorização cambial, a inclinação da curva de juros futuros ficou ainda mais acentuada. A alta das taxas nos contratos de Depósito Interfinanceiro (DI) de 2023 em diante superou os 10 pontos-base. Os vencimentos mais curtos e os intermediários registraram alta menos expressiva.

Nas máximas, o dólar à vista e o contrato para maio da divisa americana superaram os R$ 3,45 diante do receio de o Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA)) elevar mais forte ou rapidamente os juros nos Estados Unidos do que o originalmente previsto.

O DI para janeiro de 2019 encerrou a sessão regular a 6,225% ante 6,214% no ajuste de sexta-feira. O DI para janeiro de 2020 fechou a 6,92%, máxima, ante 6,891% no ajuste anterior. O DI para janeiro de 2021 encerrou a 7,93% ante 7,872% no ajuste de sexta-feira. O DI para janeiro de 2023 fechou sessão regular a 9,18% ante 9,072% no ajuste de sexta-feira. O DI para janeiro de 2025 encerrou sessão regular a 9,74%, máxima, ante 9,612% no último ajuste.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!