Imea eleva previsão de custo de produção de soja 2018/19 em MT – Exame

Alta nos preços dos fertilizantes é apontada como causa para aumento dos custos no estado

Por Reuters

access_time 23 abr 2018, 20h05

O custo total de produção de soja em Mato Grosso na temporada 2018/19 foi estimado em 3.530,65 reais/hectare, aumento de 2,2 por cento em relação à previsão anterior, impulsionado pela alta de custos de fertilizantes, de acordo com boletim do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), publicado nesta segunda-feira.

“Cabe salientar que um conjunto de fatores impactou no crescimento dos custos neste mês, tendo como destaque a alta nos preços dos fertilizantes, principalmente potássicos e fosfatados, em decorrência da menor oferta mundial de potássio, nutriente do qual o Brasil tem grande dependência”, disse o instituto ligado aos produtores.

Além disso, os maiores custos na produção da China para defensivos também afetaram os custo de alguns inseticidas no Brasil.

“Assim, apesar de o custo total ainda estar 2,9 por cento abaixo quando comparado ao da safra anterior, a nova divulgação de março já se tornou a maior para a safra 18/19, até o momento, o que demanda atenção do produtor mato-grossense”, disse o Imea.

O Imea apontou os custos de produção para o milho de alta tecnologia de Mato Grosso em 2.652,57 reais/hectare, um leve crescimento de 0,12 por cento ante a divulgação do mês anterior.

“Tal aumento tem como fundamento principal os maiores custos de produção da China para a produção de defensivos, impactando no custo de alguns inseticidas aqui no país.

O Mato Grosso é o maior produtor de soja e milho do Brasil.

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!