Taxas futuras de juros recuam com dlar antes de leilo do Tesouro – Jornal do Comércio

Em dia de leilão de títulos do Tesouro, os juros futuros recuam na manhã desta quinta-feira (26) acompanhando a queda do dólar ante o real. O viés de baixa dos ativos locais reflete o dólar fraco ante divisas principais e ligadas a commodities no exterior em meio ao recuo do juro da T-Note 10 anos abaixo dos 3% ao ano – e também o persistente avanço dos preços do petróleo por causa de riscos geopolíticos envolvendo EUA e Irã. Pressão técnica derivada da rolagem de contratos cambiais também pesa no câmbio.

No fim da manhã desta quinta, o Tesouro Nacional realizará seus leilões tradicionais de venda de papéis prefixados. De acordo com o cronograma do mês de abril, a instituição ofertará Letras do Tesouro Nacional (LTN) nos vencimentos de 1/10/2018, 1/4/2020 e 1/1/2022 e Notas do Tesouro Nacional – Série F (NTN-F) para 1/1/2025 e 1/1/2029.

Haverá ainda oferta de Letras Financeiras do Tesouro (LFT) para 1/3/2024. O acolhimento das propostas para o leilão será das 11h às 11h30. O resultado da operação será divulgado a partir das 11h45min.

Às 9h26min, o DI para janeiro de 2019 estava em 6,25%, de 6,249% na véspera. O DI para janeiro de 2020 marcava 6,94%, de 6,96%. O DI para janeiro de 2021 caía a 7,93%, de 7,97%, enquanto o vencimento para janeiro de 2023 caía para 9,21%, de 9,24% no ajuste anterior. No câmbio, o dólar à vista caía 0,12%, aos R$ 3,4818. O dólar futuro para maio cedia 0,09%, aos R$ 3,4825.

Mais cedo, a FGV informou que o Índice de Confiança de Serviços (ICS) recuou 0,2 ponto na passagem de março para abril, a segunda queda consecutiva, descendo ao patamar de 91,2 pontos, na série com ajuste sazonal. Com o resultado, o indicador de médias móveis trimestrais caiu pela primeira vez desde agosto do ano passado (-0,2 ponto). Já a confiança da indústria recuou 0,7 ponto em abril de 2018, para 101,0 pontos, revelou a FGV.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!