CMN estabelece regras para cooperativas receberem depósitos de municípios – Exame

Brasília – O Banco Central informou nesta quinta-feira, 26, por meio de nota, que o Conselho Monetário Nacional (CMN) estabeleceu em reunião desta quinta regras prudenciais para que cooperativas de crédito recebam depósitos de municípios.

Conforme o BC, “a norma tem como objetivo garantir a solidez de cada cooperativa, o interesse de seus depositantes e a segurança de todo o sistema cooperativo”.

De acordo com o BC, as regras “determinam que a cooperativa mantenha títulos públicos federais no montante de recursos captados que excederem a garantia prestada pelo Fundo Garantidor do Cooperativismo de Crédito (FGCoop)”.

Esse requisito, conforme a nota do Banco Central, poderá ser cumprido diretamente pela cooperativa ou por meio de aplicação na cooperativa central de crédito. “Além disso, a norma estabelece requerimentos de governança corporativa para as cooperativas que captam recursos municipais, e disciplina a forma de cálculo da garantia proporcionada pelo FGCoop.”

A nota informa ainda que, para começar a captação de cada município, a cooperativa deve atender plenamente os requerimentos prudenciais. Além disso, a assembleia geral da cooperativa deve aprovar previamente esses relacionamentos, em linha com os princípios do cooperativismo.

O BC afirma ainda que este conjunto de regras “mantém a plena viabilidade da prestação de serviços financeiros às municipalidades, especialmente aquelas desassistidas de relacionamento bancário oficial”.

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!