Guardia diz que Congresso é “parceiro” para aprovação de projetos

O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, afirmou hoje (30) que o Congresso Nacional sempre foi um “parceiro” para aprovar projetos importantes para o governo. Guardia participou da cerimônia de abertura da Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação – Agrishow, em Ribeirão Preto.

“O Congresso Nacional sempre foi um parceiro. Aprovou medidas importantes como a regra do teto dos gastos, a reforma trabalhista, a nova taxa de juros de longo prazo. Então, nosso papel é seguir dialogando com o Congresso Nacional”, disse o ministro.

Segundo Guardia, há um conjunto de medidas que são fundamentais para consolidar o ajuste fiscal, como a reforma da Previdência, e ações para melhorar o ambiente de negócios, como a aprovação do cadastro positivo (inclusão automática dos bons pagadores) e a criação do registro eletrônico de duplicatas, em tramitação no Congresso Nacional. “O cadastro positivo e a duplicata eletrônica são projetos que vão ajudar não só a dar acesso a crédito aos pequenos produtores, pequenas e médias empresas e indivíduos, mas também reduzir o custo do crédito”, disse.

O ministro reforçou que a reforma da Previdência é prioritária para o equilíbrio fiscal, mas lembrou que enquanto durar a intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro, a emenda à Constituição não pode ser aprovada.

O ministro acrescentou que o governo continua “trabalhando firme” em projetos como o de capitalização da Eletrobras e os leilões do pré-sal. “Temos uma oportunidade e extraordinária para fazer o leilão do pré-sal que é fundamental para atrair investimentos para o país”, disse.

Guardia disse também que a recessão econômica ficou para trás. “A economia cresceu um pouco no ano passado e este ano está acelerando o crescimento. Todos os setores estão apresentando crescimento. Não é um crescimento localizado”, disse, acrescentando que o investimento, um “indicador importante”, também está aumentando. “Precisamos persistir na agenda de reforma que é o que vai assegurar esse crescimento sustentável”, enfatizou.

Edição: Denise Griesinger

Fonte Oficial: EBC.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!