Ethereum Transaciona US$ 166 Milhões por Hora; 53% São de Contratos Inteligentes – Portal do Bitcoin

Na palestra de Shawn Douglass, CEO da Amberdata, na Conferência de Desenvolvimento da Comunidade do Ethereum, realizada no Canadá entre os dias 3 e 5 de maio, ele afirmou que a rede Ethereum transaciona US$ 166 Milhões por hora, o equivalente a US$ 4 bilhões por dia.

Douglass deu continuidade e disse ainda que 53,5% de todas as transações durante os últimos 7 dias, cerca de US$ 2 bilhões por dia, são de contratos inteligentes, acima dos 39,4% dos últimos seis meses.

A tendência deve continuar e isso é presumível porque as aplicações descentralizadas não param de nascer e crescer.

Futuro do Ethereum

Alexis Ohanian, cofundador do Reddit e capitalista de risco, revelou recentemente que, ainda este ano, vê o Ethereum(ETH) chegar a uma nova máxima de US$ 15 mil.

Para se concretizar a previsão de Ohanian, o Ethereum teria de chegar a uma capitalização de mercado de US$ 1,5 trilhões, implicando um crescimento significativo sobre os atuais US$ 67 bilhões. Mais, este crescimento tem apenas sete meses para acontecer.

Por detrás da sua previsão está o desenvolvimento da tecnologia blockchain. Ohanian apontou até para o jogo CryptoKitties como uma das primeiras verdadeiras aplicações da rede do Ethereum, que tem potencial para oferecer muito mais.

Leia Também: Bitcoin Cai US$ 250 em 1 Hora

 

BitcoinTrade

Comprar e vender Bitcoin e Etherium ficou muito mais fácil. A BitcoinTrade é a plataforma mais segura e rápida do Brasil. Além disso, é a única com a certificação de segurança PCI Compliance. Acesse agora ou baixe nosso aplicativo para iOs ou Android: https://www.bitcointrade.com.br/

O post Ethereum Transaciona US$ 166 Milhões por Hora; 53% São de Contratos Inteligentes apareceu primeiro em Portal do Bitcoin.

Fonte Oficial: Portal do Bitcoin.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!