Identificado vírus suspeito de surto de Guillain-Barré no Peru – Isto É

As autoridades de saúde do Peru identificaram um vírus suspeito de causar um surto da síndrome de Guillain-Barré, com 42 afetados, provocando um alerta epidemiológico no país.

A ministra da Saúde, Silvia Pessah, disse que foram atendidos pacientes em diversos hospitais, “contabilizando infelizmente 42 pessoas com a doença neste momento” no Peru.

A quantidade de afetados pela síndrome, que paralisa braços e pernas, é o dobro da registrada no Peru nos anos anteriores no mesmo período, detalhou.

Pessah explicou que nos anos anteriores foram registrados casos isolados em todas as regiões do Peru, mas agora chama a atenção que a maioria dos doentes esteja concentrada na cidade de Trujillo, no norte do país.

As autoridades sanitárias anunciaram que identificaram o vírus suspeito de causar esse surto.

“O principal suspeito do surto é o enterovírus D68”, disse à AFP Luis Suárez, diretor do Centro Nacional de Epidemiologia, Prevenção e Controle de Doenças.

Segundo pesquisas iniciais, o enterovírus D68 foi detectado em vários pacientes diagnosticados com Guillain-Barré, ressaltou Suárez.

Estão sendo realizados testes de DNA para comprovar que o enterovírus D68 é o responsável pelo surto, e estes devem ficar prontos em alguns dias.

O governo peruano declarou na terça-feira um alerta epidemiológico nacional após detectar que entre uma centena de casos suspeitos de Guillain-Barré existia um grupo de incidências que foram apresentadas em uma mesma região e em datas similares, algo incomum até agora.

Vinte casos em uma cidade de um milhão de habitantes como Trujillo chamou a atenção das autoridades sanitárias: “Esperava-se 20 casos em todo o ano”, disse Suárez.

O post Identificado vírus suspeito de surto de Guillain-Barré no Peru apareceu primeiro em ISTOÉ DINHEIRO.

Fonte Oficial: Isto É.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!