Dlar cai ante rivais em reao a ndice de inflao abaixo do esperado nos EUA – Jornal do Comércio

O dólar avançou em relação a diversas moedas de países emergentes nesta sexta-feira (11), mas recuou ante divisas principais, com os investidores avaliando políticas monetárias futuras nos Estados Unidos.

O índice DXY, que mede a moeda americana ante uma cesta de outras seis divisas fortes, fechou em queda de 0,12%, aos 92,537 pontos. No fim da tarde, o dólar caía para 109,31 ienes, enquanto o euro subia para US$ 1,1948.

Sem catalisadores pela frente, o dólar operou perto da estabilidade nesta sexta-feira. A moeda americana continuou enfrentando a desconfiança dos investidores em relação à inflação, após o índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) dos EUA vir abaixo do esperado em abril. “O ímpeto comprador de dólar foi minado, mas um retorno do fôlego é provável no curto prazo”, disse o economista Marc Chandler, do Brown Brothers Harriman. Para ele, a inflação americana de abril “iniciou uma fase corretiva”, após os investidores verem que nem os preços nem os salários estão acelerando fortemente.

No entanto, em relação a divisas emergentes, o dólar continuou a subir. A moeda dos EUA renovou máxima histórica em relação ao peso argentino, chegando próximo de 24 pesos, mesmo depois que o país sul-americano anunciou que buscaria ajuda do Fundo Monetário Internacional (FMI) para estabilizar a economia. A alta do dólar e a subida dos rendimentos dos títulos públicos americanos pressionaram mercados emergentes em todo o mundo nas últimas semanas. “A recente alta do dólar deixou os mercados emergentes ofegantes”, disseram analistas do Bank of America Merrill Lynch em nota a clientes.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!