Ação da Petrobras contra bancos inclui Fibra, Société Générale e BNP – Valor

RIO  –  Os bancos Fibra, Société Générale e BNP Paribas estão no grupo de oito bancos, entre nacionais e estrangeiros, citados em ação ajuizada pela Petrobras na Justiça do Rio de Janeiro, contra suposto esquema de manipulação das taxas de câmbio no país.

Além dos três bancos, o processo — que tramita na 30ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Rio desde 2 de maio — inclui o Bradesco, Itaú, Santander, BTG Pactual e Citibank. A informação foi antecipada pelo colunista Lauro Jardim de “O Globo”.

A Petrobras é uma compradora relevante de câmbio no mercado e entende que está entre as potenciais prejudicadas pelo esquema de manipulação, caso as investigações confirmem a fraude. Na ação, a Petrobras cita que movimentou R$ 168 bilhões em compra e venda de câmbio somente em 2017.

Cade

Em outra esfera de regulação, a petroleira acompanha as investigações do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) sobre indícios de práticas anticompetitivas em acordos entre bancos para a fixação de preços e compartilhamento de informações sensíveis, como a posição de clientes sobre o esquema.

No âmbito do Cade, são investigados pelo órgão antitruste a ABN Amro, BBM, BNP Paribas, BTG Pactual, Citibank, Fibra, Itaú BBA, Santander Brasil, Société Générale e Kirton (antigo HSBC Brasil, adquirido pelo Bradesco).

Na ação ajuizada na Justiça do Rio, a Petrobras informa que “os processos no Cade estão em curso, sem qualquer manifestação conclusiva pelo órgão em relação ao tema”.

Congelamento do prazo

A Petrobras quer, ainda, a interrupção do prazo prescricional para que a empresa avalie se entrará com uma ação judicial para a solução do litígio, “caso as partes não se componham amigavelmente em tempo hábil e razoável”.

A Petrobras pediu que fossem notificados os oito bancos citados na ação. O Valor apurou que as partes ainda não foram intimadas.

Fonte Oficial: Valor.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!