Secovi-SP prevê alta nas vendas de imóveis após cassação de liminar – Exame

São Paulo – O Sindicato da Habitação de São Paulo (Secovi-SP) reafirmou suas projeções para o mercado imobiliário na capital paulista após o julgamento que cassou a liminar que vetava o direito de protocolo.

O sindicato prevê que, em 2018, os lançamentos de novos projetos imobiliários devem permanecer estáveis em comparação com 2017. Por sua vez, a projeção para as vendas é de alta de 5% a 10%.

“Não vamos mudar a projeção. Se tivesse decisão contrária da Justiça, iríamos rever os números. Com a decisão favorável ao setor, a expectativa continua a mesma”, afirmou Flávio Amary, presidente do Secovi, em entrevista ao Broadcast, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado. De acordo com cálculos do Secovi-SP, cerca de 18 mil unidades deixaram de ser lançados desde fevereiro por conta da paralisação do licenciamento.

Amary disse esperar que a partir desta quinta-feira, 17, a Prefeitura de São Paulo volte a trabalhar normalmente. Ele ponderou que, após a paralisação, a retomada dos licenciamentos na Prefeitura pode sofrer alguma lentidão, devido à grande quantidade de projetos parados.

“Pode até ser uma retomada lenta, mas sem impedimentos maiores. O gargalo, se houver, será retomado rapidamente. Não quero ver o lado negativo agora”, afirmou.

A Secretaria de Urbanismo e Licenciamento de São Paulo foi procurada pela reportagem, mas não se manifestou até a publicação desta reportagem.

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!