Brasil tem quarto pior crescimento entre 43 países, diz Austin Ratings – Exame

Mesmo com expansão de 1,2% no primeiro trimestre em relação ao mesmo período do ano anterior, país é fraco na comparação internacional

access_time 31 maio 2018, 08h00

São Paulo – Só três países tiveram crescimento mais baixo do que o Brasil no 1º trimestre de 2018, segundo ranking divulgado nesta quarta-feira (30) pela Austin Ratings.

O PIB (Produto Interno Bruto) do país teve expansão de 1,2% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Ficamos atrás apenas de Reino Unido (1,2%), Japão (0,9%) e Noruega (0,3%) em uma lista de 43 países.

Os primeiros lugares em crescimento são Filipinas (6,8%), China (6,8%), República Dominicana (6,8%) e Malásia (5,4%) e a média geral é 3,4%.

Ainda assim, nosso resultado foi “muito bom, dado o contexto e a dinâmica econômica pós forte recessão”, segundo o economista-chefe da Austin em e-mail para EXAME.

A dúvida agora é sobre o impacto da greve dos caminhoneiros na economia brasileira tanto diretamente, via produção e abastecimento, quanto indiretamente, via confiança dos agentes econômicos.

As fontes utilizadas para fazer o ranking foram a Austin Ratings, IBGE, Bancos Centrais, Eurostat, OCDE, FMI e Banco Mundial.

As estimativas para o crescimento brasileiro em 2018 e 2019 são do último Boletim Focus do Banco Central, que expressam a média do mercado.

Veja a tabela:

 

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!