Conheça a CoinX, uma corretora de criptomoedas brasileira de padrão internacional – Portal do Bitcoin

Com pouco mais de dois meses em operação, a CoinX já conquistou uma sólida base de mais de 20 mil usuários, negociando volumes diários equivalentes a até 150 BTC. Entenda os diferenciais dessa corretora em relação às suas conterrâneas:

Lançada no dia 29 de março deste ano, com uma campanha bem sucedida de taxa zero (expirada) e distribuição de cupons de R$10, a CoinX iniciou suas atividades com o pé direito, já oferecendo um portfólio de peso: seus usuários podem negociar Bitcoin (BTC), Bitcoin Cash (BCH), Litecoin (LTC), Ethereum (ETH) e Ethereum Classic (ETC). Além disso, os planos futuros incluem a listagem de pelo menos uma nova moeda a cada mês, dentre as quais estarão a Tron (TRX), a EOS, Cardano(ADA) e a Ripple (XRP).

Modelo internacional

O diferencial da CoinX já começa em sua estrutura, que foi comprada de uma corretora coreana. Sua equipe conta com dois desenvolvedores deste país, responsáveis por adaptar o modelo ao mercado brasileiro, sendo que um deles fez parte do projeto de inauguração da Bithumb, considerada atualmente a maior corretora coreana.

Taxas mínimas

A plataforma foi fundada por um grupo de investidores que identificaram uma grande falha nas corretoras brasileiras: a cobrança de taxas abusivas. Esse é um dos principais fatores que leva os negociantes a recorrer a corretoras estrangeiras, uma vez que não há um ambiente favorável para os day traders (indivíduos que investem em criptomoedas diariamente a fim de lucrar com suas variações). Consequentemente, o volume diário de negociações no Brasil é muito inferior aos de outros países e a adoção em massa das moedas virtuais por aqui também fica limitada. Para resolver essa questão, a CoinX se compromete a empregar as menores taxas de serviços do mercado que é 0.1%

Interface e experiência de usuário aprimoradas

Outra característica das corretoras brasileiras que dificultam as transações no Brasil é o visual ultrapassado das plataformas, prejudicando o desempenho delas. Por isso, os desenvolvedores da equipe estão trabalhando em um projeto de UI/UX que simplificará os processos, tornando-os mais intuitivos e eficientes. É possível, por exemplo, visualizar em apenas uma tela o livro de ofertas, ordens abertas, histórico de ordens executadas, balanço e afins, e a equipe de suporte está disponível 24 horas por dia, a semana toda, para assegurar uma experiência sem dificuldades.

Alta velocidade

As plataformas lentas e sobrecarregadas das atuais corretoras brasileiras também levam os investidores a buscar outras alternativas. A solução da CoinX, no entanto, se sobressai nesse quesito: enquanto a aprovação de cadastro leva menos de 1 hora, a aprovação de depósito e atualização de carteira ocorre em até 2 horas. Visando assegurar a instantaneidade, a corretora oferece ainda depósitos via TED e transações simultâneas, por exemplo.

Segurança

Para que os usuários façam suas transações com tranquilidade, a plataforma é protegida por meio do sistema de defesa DDOS, do armazenamento offline (Cold Storage System) e certificado SSL, além de contar com monitoramento ininterrupto.

Próximos passos

Este é só o começo para a CoinX: seus planos ainda para este ano incluem a conquista de 100 mil usuários ativos, a inclusão de mais 50 criptomoedas e sistema ProChart, a abertura de um BTC Market ativo e o alcance de um volume diário de negociações entre 5.000 e 10.000 BTCs. Além disso, segundo Fernando, analista da corretora,“iremos realizar campeonato de simulação de investimento como uma forma de atração. O primeiro lugar, em termo de percentual de lucratividade, ganhará de 0,5 a 1 BTC como prêmio”.

Cadastre-se para negociar na CoinX: https://www.coinx.com.br/account/signup

Para saber mais, visite o website: https://www.coinx.com.br/

Curta a página Facebook: https://www.facebook.com/coinx.bitcoinbrasil

Entre em contato: suporte@coinx.com.br

O post Conheça a CoinX, uma corretora de criptomoedas brasileira de padrão internacional apareceu primeiro em Portal do Bitcoin.

Fonte Oficial: Portal do Bitcoin.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!