Secretário-geral da OEA comemora decisão sobre Venezuela – Isto É

O secretário-geral da OEA, Luis Almagro, comemorou a aprovação do processo de suspensão da Venezuela e afirmou que “depois de tanto falar em fracassos, todos nossos objetivos foram alcançados”, em uma referência às tentativas anteriores de aprovar resoluções condenando a Venezuela. De outro lado, o ministro das Relações Exteriores do Brasil, Aloysio Nunes, afirmou que o grande número de abstenções mostra que a organização está “bastante dividida”.

A decisão foi feita por meio da aprovação de uma resolução proposta por Brasil, Argentina, Canadá, Chile, Estados Unidos, México, Peru, Paraguai, Guatemala e Costa Rica. No total, 19 países votaram a favor da resolução, 4 contra, e 11 se abstiveram. Próximo passo é convocar assembleia extraordinária para votar a proposta.

O ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, participa da abertura da Assembleia Geral da OEA (Arthur Max/Ministério das Relações Exteriores)

“A maioria afirma a importância da democracia, que o que aconteceu na Venezuela representa uma ruptura dos compromissos que a Venezuela assumiu quando assinou a carta democrática da OEA, mas existe um número considerável de países que não acompanha esse entendimento”, afirmou.

Perda de aliados

O ministro brasileiro também comentou o fato de que muitos países do Caribe, tradicionais aliados da Venezuela, não se opuseram à resolução. “É a evidência de que a crise politica, a falta de liberdade, está levando à deterioração da situação econômica, à destruição do aparelho produtivo, à crise humanitária” e de que esses países entenderam que “é preciso fazer alguma coisa para deter a marcha”.

Ainda assim, Nunes afirmou que, se a votação para suspensão ocorresse hoje, “não haveria número para determinar a suspensão da Venezuela e nem condições jurídicas para isso”, já que seria preciso que houvesse uma Assembleia especialmente convocada para discutir o tema.

“Resolução Pence”

Já o representante da Venezuela, Jorge Arreaza, chamou o texto de “resolução Pence”, em uma referência às gestões do vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, para iniciar a discussão sobre a suspensão. “A Resolução Pence é uma fraude em forma e fundo”, disse, e afirmou que o documento “é uma carta branca aos Estados Unidos para continuar agredindo a Venezuela”.

O post Secretário-geral da OEA comemora decisão sobre Venezuela apareceu primeiro em ISTOÉ DINHEIRO.

Fonte Oficial: Isto É.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!