Monteiro defende política de preços da Petrobras em carta a empregados

Nomeado há cinco dias, o novo presidente da Petrobras, Ivan Monteiro, enviou hoje (6) carta aos empregados da empresa. Nela, agradece ao trabalho do antecessor Pedro Parente, defende a política de preços da estatal e se compromete em continuar com a recuperação da empresa. Também diz saber da responsabilidade e da necessidade de buscar uma solução causada pela crise dos combustíveis.

“Temos que agir para mostrar à sociedade brasileira que sabemos da nossa responsabilidade em contribuir para uma solução para a grave crise que o país viveu com a greve dos caminhoneiros, ao mesmo tempo em que mantemos a nossa capacidade de investir, de crescer e de continuar construindo o futuro da Petrobras”, afirma na carta.

Em meio às polêmicas causadas pela política de preços adotada pela empresa, Monteiro foi categórico na defesa. “A capacidade de estabelecer nossos preços como um reflexo das variações do preço do petróleo, sem perdas para companhia, e competir de igual para igual neste mercado são condições essenciais para que a Petrobras seja capaz de cumprir seu papel de empresa que gera riqueza e desenvolvimento. Não vejo nenhuma contradição entre esses objetivos”.

Ivan Monteiro enviou hoje carta aos empregados da Petrobras – Alan Santos/PR

Recuperação

Monteiro disse que tem como compromisso manter a estratégia de consolidação da recuperação da empresa, estabelecida por Parente. “Meu compromisso, como presidente da companhia, e dos meus colegas da diretoria executiva, com irrestrito e necessário apoio e alinhamento com o Conselho de Administração, é defendermos os princípios que consideramos essenciais para esse equilíbrio e para que a Petrobras consolide a recuperação que já começamos. Precisamos unir nossos esforços, trabalhando como uma só Petrobras, para dar continuidade a esta tarefa.”

Engenheiro, Monteiro tem uma carreira na Petrobras. Segundo a empresa, ele acumulará a presidência com a função de diretor executivo Financeiro e de Relacionamento com Investidores da Petrobras, até que seja eleito um novo diretor para o cargo que ele ocupa desde 9 de fevereiro de 2015.

Desde fevereiro de 2015, Monteiro era membro do Conselho de Administração da Petrobras Gás S.A. (Gaspetro) e, desde julho do mesmo ano, suplente do Conselho de Administração da Petrobras. Ele se diz orgulhoso das mudanças na Petrobras e dos avanços alcançados.

“Se olharmos as mudanças pelas quais a Petrobras passou nos últimos anos, veremos realidades completamente diferentes. Em 2015, a nossa crise era tão aguda que não tínhamos certeza se a companhia conseguiria publicar o seu balanço de 2014. Hoje, temos indicadores de segurança que estão em linha com as melhores empresas do setor e os nossos indicadores financeiros também se consolidam. Os objetivos que estabelecemos ainda em 2016 no Projeto Evolução e que direcionam o trabalho em todas as áreas da empresa continuam sendo nossa prioridade.”

Edição: Sabrina Craide

Fonte Oficial: EBC.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!