Sem muro de contenção do BC argentino, dólar toca os 26 pesos – Valor

BUENOS AIRES  –  O Banco Central da República da Argentina (BCRA) suspendeu nesta sexta-feira (8) a oferta de US$ 5 bilhões a 25 pesos que vinha garantindo a estabilidade do câmbio nas últimas semanas, e o dólar voltou a se apreciar.

Com o acordo fechado na quinta-feira (7) entre o governo argentino e o Fundo Monetário Internacional (FMI), a autoridade monetária abriu mão da ferramenta que serviu para colocar um teto sobre a cotação do dólar após a corrida que provocou desvalorização de 22% do peso em maio.

Em resposta, a moeda americana se valorizou. No Banco de La Nación (BNA), principal referência cambial do país, o dólar encerrou a sexta-feira com valorização de 40 centavos, negociado a 25,80 pesos (mesma cotação do dólar blue, negociado no paralelo), depois de atingir o teto de 26,10 pesos nas primeiras horas da sessão.

*El Cronista faz parte da Red Iberoamericana de Periodismo Económico (RIPE).

Fonte Oficial: Valor.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!