Primeira Corretora de Criptomoedas Apoiada por um Banco Será no Japão – Portal do Bitcoin

A SBI Holdings, gigante financeira japonesa, anunciou o lançamento da VCTRADE, a primeira corretora de criptomoedas no Japão apoiada por um uma grande instituição do setor bancário.

A princípio, a VCTRADE vai oferecer os serviços apenas para usuários que fizeram um pré-cadastrado na plataforma em outubro de 2017, que são cerca de 20 mil, mas em julho deste ano a empresa deve disponibilizar as comodidades para um público mais amplo, segundo a Coindesk, em publicação na última segunda-feira (04).

Inicialmente, de acordo com a empresa, as negociações foram habilitadas apenas para a XRP, haja visto que o foco do projeto desde o começo era de usar a tecnologia do blockchain da Ripple, dada sua estrutura para transações internacionais, mas em breve serão adicionadas à plataforma o Bitcoin (BTC) e o Bitcoin Cash (BCH).

Foi dito, ainda, que no lançamento as taxas serão zero para transações no par XRP/JPY (ripple/iene), porém, para saque em moeda fiat serão cobradas as taxas tradicionais de acordo com a política financeira da plataforma.

A demora para o lançamento da primeira bolsa de criptomoedas de propriedade de uma instituição financeira japonesa deu-se por conta das preocupações com a segurança e também por quebras de acordo – a empresa, preliminarmente, teria como parceira a exchange Huobi, mas o acordo não vingou.

A SBI Holdings concluiu o registro da VCTRADE na Agência de Serviços Financeiros do Japão (FSA) em setembro de 2017. Ela anunciou em fevereiro deste ano que a inauguração seria adiada devido a preocupações de segurança em meio à invasão da Coincheck, em janeiro.

A gigante financeira tem uma participação acionária de 40% na CoolBitX, uma empresa de Taiwan que desenvolve carteiras físicas de criptomoedas, e também uma participação na bitFlyer, com o maior do mercado de câmbio do Japão.

Há rumores de que a tecnologia de carteiras frias (off-line) da CoolBitX poderia ser usada pela SBI Holdings e pela VCTRADE para armazenar os criptoativos dos clientes, segundo o Coin Journal.

Mais de 30 corretoras no Brasil

Segundo um levantamento feito pelo Portal do Bitcoin, checando informações de uma postagem de um grupo do Facebook dedicado a criptomoedas, no Brasil há mais de 30 bolsas em operação e algumas em fases de abertura.

A enxurrada de novas empresas no setor pode se tornar um problema no futuro, visto que o volume negociado no país é muito baixo. No entanto a concorrência deve se intensificar.

A perspectiva de novas regulamentações nos Estados Unidos e na União Europeia, além de fortes restrições no mercado chinês, estão trazendo novas exchanges ao país.

A terceira maior exchange do mundo, a Huobi, já está praticamente em solo brasileiro e planeja iniciar as operações até o fim do ano.

 

BitcoinTrade

A BitcoinTrade é a melhor solução para compra e venda de criptomoedas.
Negocie Bitcoin, Ethereum e Litecoin com total segurança e liquidez.
Acesse agora ou baixe nosso aplicativo para iOs ou Android:
https://www.bitcointrade.com.br/

O post Primeira Corretora de Criptomoedas Apoiada por um Banco Será no Japão apareceu primeiro em Portal do Bitcoin.

Fonte Oficial: Portal do Bitcoin.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!