Ministério recomenda que distribuidoras da Eletrobras mantenham serviço – Exame

Rio – O Ministério de Minas e Energia enviou um ofício à Eletrobras que tem por objetivo recomendar o adiamento do “prazo de designação para a prestação temporária de serviço pelas distribuidoras”, ou seja, manter a atual administração até que seja feita a venda.

O governo havia estipulado o prazo de 31 de julho para que as distribuidoras continuassem prestando o serviço quando a previsão era realizar o leilão em abril. Agora, como o leilão está previsto para o final de julho, será necessária a prorrogação dos prazos de manutenção das distribuidoras sob a administração da Eletrobras.

Uma Assembleia Geral Extraordinária (AGE) deverá ser convocada para também prorrogar o prazo de venda ou liquidação dessas empresas, como já havia sido informado pelo presidente da Eletrobras, Wilson Ferreira Jr.

O Conselho de Administração da Eletrobras realiza nesta quinta-feita, 14, uma reunião extraordinária para decidir por quanto tempo será prorrogada a administração das distribuidoras pela estatal.

Segundo fontes, o governo quer vender as distribuidoras no final de julho e em seguida fazer o leilão das 70 Sociedades de Propósito Específico (SPEs) nas áreas de transmissão e geração eólica.

Esta semana, o Tribunal de Contas da União (TCU) fez uma série de questionamentos à Eletrobras sobre a venda das SPEs, inclusive de algumas que foram retiradas do leilão para vendas diretas, como a Intesa, de transmissão.

 

 

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!