Youssef usou seis bancos para lavrar dinheiro da Petrobras, diz jornal – Valor

SÃO PAULO  –  A Polícia Federal descobriu que o doleiro Alberto Youssef usou contas em seis bancos com sede no Brasil para movimentar US$ 232 milhões. A informação é de reportagem do jornal “O Estado de S. Paulo”, segundo a qual esses valores, desviados da Petrobras, foram lavados por meio de contratos de câmbio fraudulentos.

A investigação da Polícia Federal teria concluído que os recursos passaram por 109 contas de empresas apontadas como de fachada. As informações teriam sido reveladas por meio da quebra de sigilo bancário das empresas do grupo do doleiro.

De acordo com o jornal, o Bradesco hospedou 39 contas dessas empresas de fachada, o Itaú Unibanco 18, Santander, 13, Banco do Brasil, 11 contas, Caixa, 13, e o Citibank outras 15. Ainda segundo a reportagem, o Bradesco não quis se manifestar, o Itaú disse ter comunicado as autoridades sobre atipicidades e o Banco do Brasil informou que as movimentações não foram de valores que implicassem indício de atividade ilícita. Santander, Caixa e Citibank afirmaram que adotam políticas rigorosas de controle e compliance.

Fonte Oficial: Valor.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!