Produção agropecuária da América Latina deve crescer 17% na próxima década – Exame

Segundo a FAO e a OCDE, mais da metade deste crescimento corresponderá a aumento na produção de cultivos, 39% à pecuária e 8% à expansão da piscicultura

Por AFP

access_time 3 jul 2018, 20h48

A produção agropecuária e pesqueira da América Latina e do Caribe aumentará 17% na próxima década, com os cultivos de soja liderando a expansão, de acordo com um relatório conjunto da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) e da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE) publicado nesta terça-feira (3).

Mais da metade deste crescimento (53%) corresponderá a um aumento na produção de cultivos, 39% à pecuária e os 8% restantes à expansão da piscicultura, de acordo com o relatório “Perspectivas Agrícolas 2018-2027” realizado em conjunto pela FAO e pela OCDE e divulgado em Santiago.

Está previsto que a produção total de cultivos na região cresça 1,8% por ano até 2027. Cerca de 60% deste crescimento se deverá a melhorias no rendimento, que aumentará cerca de 11% na próxima década, liderado pelos cultivos de cereais e leguminosas.

O relatório ainda projeta que o uso agrícola da terra na região se expandirá em cerca de 11 milhões de hectares.

O cultivo de soja representará aproximadamente 62% da expansão da área cultivada na região. Neste sentido, se prevê que o Paraguai expanda significativamente sua área de cultivo de soja, enquanto o Brasil fará o chamado cultivo múltiplo, ou seja, soja e milho em um mesmo terreno.

Espera-se mesmo assim que cerca de 46% da produção de soja seja exportada – principalmente para a China – e que cerca de 54% da produção total seja processada na região.

A produção de carne crescerá 19% na próxima década, com exportações que aumentarão em quase 3 milhões de toneladas no mesmo período, o que representa um crescimento de 31% em relação aos anos de 2015 e 2017, uma expansão quatro vezes maior que nos últimos dez anos.

Três quartos deste crescimento virá do Brasil.

O setor de laticínios regional também crescerá em importância durante a próxima década, quando se espera que o consumo total aumente 18%.

Quanto ao setor de pesca, é prevista uma importante expansão da piscicultura no Brasil e no Chile, com crescimento total da produção de 43%, o que manterá a América Latina como segundo maior produtor mundial de aquicultura depois da Ásia.

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!