Programa automotivo Rota 2030 deve ser lançado esta semana, diz ministro – Exame

Ação prevê incentivos tributários limitados para empresas do setor automotivo que investirem em pesquisa e desenvolvimento no Brasil

Por Flavia Bohone, Reuters

access_time 4 jul 2018, 16h22

São Paulo – O lançamento do programa automotivo Rota 2030 deve acontecer ainda esta semana, disse a jornalistas nesta quarta-feira (04) o ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Jorge de Lima.

O programa que está sendo negociado há meses dentro do governo federal prevê incentivos tributários limitados para empresas do setor automotivo que investirem em pesquisa e desenvolvimento no Brasil.

Segundo o ministro, os detalhes que faltavam no texto já foram acertados entre a pasta e o Ministério da Fazenda, sendo que falta apenas “um último parecer” da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN). Esse parecer deve ser encaminhado ainda nesta quarta-feira para a Casa Civil, afirmou Lima.

“Nesses próximos dois dias muito provavelmente teremos o anúncio do Rota 2030”, disse o ministro após participar de evento de apoio tecnológico a empresas em São Paulo.

A expectativa de que o anúncio aconteça ainda esta semana é reforçada pelo fim do prazo para lançamentos de programas do governo devido ao período eleitoral.

Impactos da greve

O crescimento da atividade industrial em maio foi prejudicado pela greve dos caminhoneiros no final do mês e, segundo o ministro, ainda não é possível determinar o tamanho do impacto das perdas causadas pela paralisação.

Mais cedo, o IBGE informou que a produção da indústria brasileira despencou 10,9 por cento em maio na comparação com abril, o pior resultado desde a queda de 11,2 por cento vista em dezembro de 2008.

“Em decorrência do prejuízo do mês de maio, com certeza há impacto no exercício, mas qual será o tamanho do impacto temos que observar mais adiante”, disse o ministro.

Em relação às negociações em torno da tabela de preços mínimos para o frete rodoviário, o ministro disse que trata-se de uma “discussão importante que permeia o setor produtivo nacional” e que acredita em um “desfecho positivo”.

A expectativa é que a comissão Mista do Congresso Nacional que analisa a medida vote nesta quarta-feira o relatório do deputado Osmar Terra (MDB-RS), que recomenda a aprovação da política de preços mínimos.

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!