Ação da Embraer despenca na B3; giro financeiro deve ser histórico – Valor

SÃO PAULO  –  Além da forte queda apresentada na sessão de hoje, as ações ordinárias da Embraer também se destacam pelo giro financeiro bastante elevado — e que já sinaliza um novo recorde histórico para os papéis em uma mesma sessão.

Por volta de 12h30, Embraer ON recuava 13,27%, a R$ 23,40, e apresentava giro financeiro de R$ 272 milhões. Mantido esse ritmo, os papéis da fabricante de aeronaves vão terminar o dia com mais de R$ 900 milhões movimentados — o recorde atual, de fevereiro de 2005, é de R$ 610 milhões negociados num mesmo pregão.

Nesta manhã, a Embraer anunciou a assinatura de um memorando de entendimento com a Boeing, após meses de negociação. O acordo prevê a criação de uma empresa de capital fechado, com sede no Brasil, que receberá a divisão de aviação comercial da Embraer — as partes de defesa e de jatos executivos permanecerão com a companhia brasileira.

As partes avaliaram a nova entidade em US$ 4,75 bilhões, sendo que a Embraer será titular de 20% do capital e a Boeing, de 80%. O mercado ainda mostra dúvidas quanto aos detalhes da operação, especialmente em relação à avaliação da nova empresa, uma vez que os US$ 4,75 bilhões são muito próximos ao atual valor de mercado da Embraer — assim, a avaliação das divisões de defesa e aviação executiva aparece como ponto de incerteza.

Fonte Oficial: Valor.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!