Decisão de soltar Lula não terá repercussão nos mercados, diz Infinity – Valor

SÃO PAULO  –  A decisão do desembargador plantonista do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), Rogério Favreto, de soltar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva neste domingo “não passou de um factóide político”, que não terá impacto nos preços dos ativos, disse o economista-chefe da Infinity Asset Management, Jason Vieira.

A decisão foi barrada em seguida pelo desembargador Gebran Neto, relator da ação penal no próprio TRF-4. Horas depois, a ordem de soltura foi reiterada por Favreto. Nesse momento, a decisão para soltar o ex-presidente é a que vale, afirma a assessoria de imprensa do TRF-4.

Para Vieira, mesmo que o mercado abrisse nesta segunda, feriado no Estado de São Paulo, dificilmente o caso seria motivo para causar uma tensão maior nos mercados.

“Foi uma decisão sem qualquer fundamento, que beira a infantilidade. Não passa de um factóide político. Não deve ter qualquer repercussão nos mercados”, disse.

Fonte Oficial: Valor.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!