BNDES prevê redução na demanda por recursos por proximidade das eleições – Exame

Rio de Janeiro- O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Dyogo Oliveira, espera uma redução na demanda por recursos do banco de fomento devido à proximidade do período eleitoral e da redução nas projeções para o desempenho da economia brasileira neste ano.

Segundo ele, as decisões de investimento devem ser postergadas por empresários até que o cenário político eleitoral fique mais claro. Além disso, após um começo de ano mais fraco que o esperado e um 2º trimestre afetado pela greve dos caminhoneiros, as projeções de expansão do PIB esse ano baixaram sensivelmente.

“Com o período eleitoral esperamos que haja uma retração das empresas porque os investimentos dependem do cenário político … a desaceleração também impacta o BNDES. Estamos com esse cenário até o fim do ano”, disse Oliveira a jornalistas nesta terça-feira, após visitar um museu com o ministro de Minas e Energia, Moreira Franco, na capital fluminense.

No ano até junho, as consultas e enquadramentos, passos que antecedem os desembolsos do BNDES, cresceram cerca de 5 por cento em relação ao mesmo período do ano passado.

O presidente do BNDES disse ainda que deve se reunir ainda nesta terça-feira com um representante da Embraer,na qual o banco tem uma participação, para tratar da parceria da fabricante de aviões brasileira e a norte-americana Boeing.

“Vamos a partir de agora discutir mais detalhadamente essa questão. Com certeza é um bom negócio(para acionistas)”, disse.

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!