Cautela com Brasil força nova queda ao Ibovespa; dólar recua – Valor

SÃO PAULO  –  A despeito da queda do dólar, o Ibovespa acentua as perdas nesta tarde, diante da falta de entusiasmo dos investidores com a bolsa brasileira e a cautela que ainda predomina em relação ao mercado local.

Às 15h10, o Ibovespa operava em queda de 0,66%, aos 74.519 pontos, perto da mínima do dia. O giro financeiro é de R$ 5,5 bilhões.

O movimento de acomodação do dólar em níveis mais baixos hoje deveria representar para a bolsa um alívio de curto prazo, em especial depois da alta dos ativos brasileiros na bolsa de Nova York ontem. As ações chegaram a esboçar esses ganhos no início do dia, mas acabaram perdendo força, confirmando que o investidor ainda prefere evitar ampliar exposição a ativos brasileiros.

“Nosso mercado segue sem palpite e sem fôlego para sair da faixa dos 69 mil pontos aos 75 mil pontos”, afirma Luis Gustavo Pereira, estrategista da Guide Investimentos. “A pressão de venda continua mais relevante conforme a bolsa se aproxima dos 75 mil pontos.”

Em ritmo mais lento, o noticiário corporativo ajuda a direcionar a ação da Braskem PNA, que segue liderando altas (+5,87%). O investidor segue entusiasmado com as perspectivas de que a holandesa LyondellBasell compre a fatia da Odebrecht na petroquímica até outubro.

Entre as ações mais líquidas, a Petrobras opera em leve alta nesta tarde, com a ON avançando 0,20% e a PN, 0,33%. Já os bancos se fixam no campo negativo, com ênfase para o Itaú Unibanco (-1,09%), Bradesco ON (-2,30%) e Bradesco PN (-2,52%). A Vale ON cai 1,89%.

Dólar

O dólar acentuou a queda no período da tarde, num movimento que segue o comportamento do mercado internacional. O movimento do real, no entanto, segue como destaque positivo dentre outras divisas emergentes. Isso porque, dizem profissionais, a onda mais positiva que se observa para emergentes pegou o mercado local bastante “comprado”, o que cria uma condição técnica mais favorável para a queda.

Às 15h15, o dólar caía 1,41% para R$ 3,8166. Na mínima, a cotação atingiu R$ 3,8094.

No mercado externo, o dólar recuava 1,22% ante o peso mexicano, cedia 0,64% na comparação com o rand sul-africano, cedia 0,59% na comparação com a lira turca e operava no zero a zero em relação à rupia indiana.

Fonte Oficial: Valor.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!