Empresas pesqueiras de kril decidem limitar atividade na Antártica – Isto É

Cinco grandes empresas de pesca do kril concordaram nesta terça-feira em deter suas operações em amplos setores da Antártica para ajudar a proteger a fauna, uma decisão considerada “audaz e progressista” pelos conservacionistas.

O grande continente gelado é o habitat natural de pinguins, focas, baleias e outras especies marinhas que tem o kril, uma espécie de pequeno camarão, na base de sua cadeia alimentar.

Mas a combinação de mudança climática e pesca em grande escala afetaram as populações deste crustáceo.

As cinco empresas que integram a Associação para a Pesca Responsável do Kril (ARK) – procedentes de Chile, Noruega, Coreia do Sul e China – concordaram em abandonar as zonas costeiras sensíveis.

“Nossos membros acertaram que a indústria deve se desenvolver de forma sustentável para garantir a viabilidade a longo prazo do kril e dos predadores que dependem dele”, informou a ARK.

“Hoje avançamos com uma iniciativa pioneira, aplicando zonas de restrição voluntária para a pesca do kril na península Antártica”

A ARK representa 85% da indústria pesqueira do kril antártico.

“Esta é uma resposta audaz e progressista das empresas de pesca do kril e esperamos que o restante da indústria do kril siga o exemplo”, declarou o porta-voz do Greenpeace Phil Vine.

O post Empresas pesqueiras de kril decidem limitar atividade na Antártica apareceu primeiro em ISTOÉ DINHEIRO.

Fonte Oficial: Isto É.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!