Ofertas no mercado doméstico somam R$105,6 bi no semestre – Valor

SÃO PAULO  –  O volume de ofertas nos mercados de renda fixa e variável domésticos totalizou R$ 105,6 bilhões no primeiro semestre, crescimento de 48,5% em relação ao mesmo período do ano passado, segundo dados divulgados pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima) nesta quarta-feira.

Esse volume superou a média de recursos captados nesse período nos últimos sete anos, com destaque para o avanço das ofertas de instrumentos de renda fixa e híbridos, que totalizaram R$ 98,7 bilhões, aumento de 73,16% em relação ao mesmo período do ano passado.

As emissões de debêntures somaram R$ 60,5 bilhões, crescimento de 109% no período. O destaque ficou por conta das emissões de debêntures de infraestrutura, que tiveram volume recorde desde a criação da Lei 12.431, em 2011, que regula esses instrumentos, e somaram R$ 9,6 bilhões.

A oferta de letras financeiras também teve expressivo aumento, alcançando R$ 4,1 bilhões no semestre, maior volume desde 2010.

Já as ofertas de renda variável totalizaram R$ 6,9 bilhões, queda de 51% em relação ao mesmo período de 2017. Desse total, R$ 6,8 bilhões foram levantados em oferts públicas iniciais (IPOs).

Fonte Oficial: Valor.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!