Tensão Continua, Trump Cita Alemanha – Investing.com

Continuam as tensões com a possível intensificação da guerra comercial entre EUA e China, com o adicional de uma inflação ao atacado acima das expectativas ontem, impulsionando o mau humor do mercado em nível global e o .

Trump hoje se encontra na OTAN, onde, apesar de afirmar no passado que se retiraria da organização, hoje nega tal declaração e reforça que os laços estão mais fortes do que nunca.

Todavia, existe uma tensão latente sobre a possibilidade de endurecimento das relações comercial com a União Europeia em vista às recentes declarações do presidente, principalmente em relação à Alemanha, ‘refém’ da Rússia, segundo o mesmo.

Localmente, após um forte retorno do dólar, num piso virtual aos R$ 3,80, a atenções se voltam às vendas ao varejo de maio, onde a terço final do mês sofreu com a paralisação e o desabastecimento, o qual afetou uma série de indicadores econômicos.

Atenção se dá também ao , inflação ao varejo nos EUA, após um crescimento no atacado acima das expectativas.

CENÁRIO POLÍTICO

Raquel Dodge pediu investigação de prevaricação contra Favreto, o ex-filiado de 20 anos do PT que decidiu monocraticamente pela soltura do ex-presidente.

No pior dos casos, aposenta com salário integral.

No âmbito eleitoral, a superexposição de Ciro, aliada à sua natural capacidade de se auto implodir em dados sem fontes confiáveis começa a afastar parte do centrão que o via como alternativa eleitoral.

Alckmin tem o bônus de tal cenário, apesar de ainda não conseguir demonstrar força nas pesquisas eleitorais. Ainda assim, apesar dos avanços das redes sociais, a TV é um importante aliado e isso o PSDB terá de sobra.

Ao contrário de Bolsonaro.

CENÁRIO DE MERCADO
A abertura na Europa é positiva e os futuros NY operam em alta, com a visita de Trump à Otan.

Na Ásia, o fechamento foi positivo puxado pela China.

O dólar opera em alta contra a maioria das divisas, enquanto os Treasuries operam positivos em todos os vencimentos.

Entre as commodities metálicas, alta generalizada, com exceção para o em portos chineses.

O abre em alta em NY e em Londres, com alerta da agência internacional de energia sobre o limite de estoques.

O índice de volatilidade abre em queda acima de 4%.

CÂMBIO
Dólar à vista : R$ 3,8759 / 1,59 %
Euro / Dólar : US$ 1,17 / -0,120%
Dólar / Yen : ¥ 112,60 / 0,527%
Libra / Dólar : US$ 1,32 / -0,098%
Dólar Fut. (1 m) : 3882,97 / 1,77 %

JUROS FUTUROS (DI)
DI – Julho 19: 7,58 % aa (-0,12%)
DI – Janeiro 20: 8,20 % aa (0,99%)
DI – Janeiro 21: 9,18 % aa (0,99%)
DI – Janeiro 25: 11,19 % aa (0,99%)

BOLSAS DE VALORES

FECHAMENTO
: -0,62% / 74.399 pontos
: -0,88% / 24.700 pontos
: -0,55% / 7.717 pontos

: 1,17% / 22.188 pontos
: 0,60% / 28.481 pontos
: 0,85% / 6.268 pontos

ABERTURA
: 0,600% / 12491,60 pontos
: 0,767% / 5395,02 pontos
FTSE: 0,801% / 7652,78 pontos

Ibov. Fut.: -0,19% / 74657,00 pontos
S&P Fut.: 0,609% / 2791,00 pontos
Nasdaq Fut.: 0,507% / 7290,50 pontos

COMMODITIES
Índice Bloomberg: 0,59% / 83,71 ptos

Petróleo WTI: 0,53% / $70,75
:1,16% / $74,25

: 0,09% / $1.243,13
Minério de Ferro: -0,02% / $63,18

: -2,48% / $15,73
: 0,30% / $332,25
: -2,46% / $109,20
: -1,33% / $11,15

Fonte Oficial: Investing.com.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!