Pedido de extradição de operador da exchange de criptomoedas BTC-e é aceito – Portal do Bitcoin

A Justiça da Grécia aceitou o pedido de extradição do russo Alexander Vinnik, proprietário da exchange de criptomoedas BTC-e. Preso desde julho de 2017, ele é acusado de participar de esquema de lavagem de dinheiro envolvendo mais de US$ 4 bilhões. Procurado em diversos países, o expert de computação teria ligação com o caso da extinta Mt. Gox.

O pedido de extradição foi emitido pelo governo da Rússia e analisado por uma corte na província de Tessalônica, na Grécia. Vinnik está agora nas mãos do ministro de justiça grego, que deve acatar a decisão do tribunal nos próximos dias, enviando-o preso para sua terra natal. A decisão da Justiça foi informada em nota da Associated Press.

Além da Rússia, a França e os EUA têm acusações contra Vinnik por diferentes fraudes e irregularidades. Durante audiência realizada na última segunda-feira (31), o réu negou as alegações e disse que luta contra a dominância econômica dos EUA sobre o sistema financeiro global.

Esquema bilionário

Alexander Vinnik foi preso pela polícia grega em julho de 2017 sob ordem do Departamento de Justiça americano, segundo o Cointelegraph. Acusado de liderar um grupo especializado em lavagem de dinheiro, sua quadrilha tinha acumulado o equivalente a US$ 4 bilhões de dólares em criptoativos durante seis anos de atividades.

Seus crimes teriam relação com a exchange Mt. Gox, que desapareceu com boa parte dos bitcoins existentes, cerca de 300 mil BTC. Um grande volume dessa quantia roubada dos antigos clientes da Mt. Gox foram negociados e trocados por outras moedas na BTC-e, que tinha Vinnik como dono.

Também foram encontrados BTC que pertenceram à Mt. Gox na carteira digital pessoal do investigado.

Conforme publicado pelo Portal do Bitcoin à época da prisão de Vinnik, a BTC-e recebeu multa de US$ 110 milhões da Financial Crimes Enforcement Network (FinCEN). A exchange publicou em sua conta no Twitter que teve suas instalações invadidas pelo FBI, levando vários computadores e servidores que armazenavam criptomoedas de seus clientes.

A BTC-e afirma que Alexander Vinnik não preside a empresa, nem faz parte do quadro de funcionários.


Compre Bitcoin no Celular

A BitcoinTrade é a melhor plataforma para operar criptomoedas do Brasil.
Compre Bitcoin, Ethereum e Litecoin com segurança e liquidez, diretamente pelo app.
Baixe agora e aproveite, acesse: www.bitcointrade.com.br

O post Pedido de extradição de operador da exchange de criptomoedas BTC-e é aceito apareceu primeiro em Portal do Bitcoin.

Fonte Oficial: Portal do Bitcoin.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!