Brasil exporta em julho menor volume de café em mais de 10 anos – Exame

São Paulo – As exportações brasileiras de café caíram para apenas 1,24 milhão de sacas em julho, o menor volume em mais de 10 anos, de acordo com dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), apesar do avanço da colheita no maior produtor e exportador mundial da commodity.

A quantidade representou queda de 42 por cento ante os 2,15 milhões de sacas observados em junho e de 22 por cento em relação ao 1,6 milhão de igual mês de 2017.

O volume contrasta com o cenário traçado recentemente pelo presidente do Conselho dos Exportadores de Café (Cecafé), Nelson Carvalhaes, que disse à Reuters que os embarques do país em julho seriam de cerca de 2 milhões de sacas.

Procurada para comentar o desempenho do setor em julho, a entidade preferiu não comentar e disse estar trabalhando em seu próprio levantamento.

A expectativa do Cecafé e de outros participantes do mercado é de que as exportações brasileiras de café reagissem a partir de agora, conforme o país colhe uma safra recorde, de quase 58 milhões de sacas, segundo previsão da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Nas últimas semanas, o tempo seco contribuiu para o avanço da colheita no país, com as atividades envolvendo arábica acima de 60 por cento da área e as de robusta podendo terminar já nos próximos dias, disse o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea).

(Edição de Roberto Samora)

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!